0

José Inácio deixa a direção do Incra-MA e destaca ações de sua gestão

unnamed (4)O superintendente regional do Incra-MA, José Inácio Rodrigues, deixa esta semana a direção da Autarquia para disputar as próximas eleições. A exoneração, a pedido, foi publicada, na última sexta-feira (4) no Diário Oficial da União, por meio da Portaria/Incra/nº 167 do dia 03 de abril.

Na quinta-feira (3), o superintendente dialogou com os funcionários da Autarquia, durante a solenidade de posse da nova diretoria da associação dos servidores – Assincra-MA, realizada no prédio da Superintendência, no bairro do Anil.

Na ocasião, José Inácio despediu-se dos servidores e agradeceu o apoio recebido durante sua gestão. Sua fala foi centrada em três pontos:1- A relação de amizade e respeito com os servidores, que foi construída durante os dois anos e sete meses que passou frente ao Incra-MA; 2- O papel da Autarquia como instrumento de transformação social; e 3- As principais ações do órgão realizadas durante sua gestão.

Sobre o relacionamento com os funcionários da casa, José Inácio destacou o fato dele também se sentir servidor da autarquia.

Eu me associei ao Sindicato dos servidores públicos federais (Sindsep), à Associação dos Servidores do Incra/MA, uso crachá como todo servidor e, como gestor, sempre procurei atender as reivindicações dos servidores – afirmou.

Uma dessas reivindicações a que o superintendente se referiu foi à contratação de empresa para realizar uma ampla reforma nas instalações (elétrica, hidráulica e estrutural) no prédio da Superintendência; instalações de ar condicionados nas salas e bebedouros nos corredores, além de implantação de rampas de acessibilidade e elevadores para portadores de deficiência física.

Destacando a importância do Incra para o sociedade, o superintendente do Incra-MA disse que a Autarquia tem papel fundamental para o acesso à terra, moradia digna, produção de alimentos, garantia de implantação de estrutura básica como estrada, sistemas de abastecimento de água, além do acesso a outras políticas do governo federal.

Esse conjunto de ações vem melhorando a qualidade de vida do nosso povo – afirmou José Inácio, acrescentando que, no caso do Maranhão, tem grande relevância pelo número de famílias de trabalhadores rurais, que a atuação do Incra envolve em todo o estado.

Sempre me pautei nos critérios da boa gestão pública – afirmou o superintendente José Inácio ao falar da condução de suas ações frente à Autarquia. Neste ponto ele destacou algumas ações do ano de 2013, entre elas: o número de 2.702 famílias de trabalhadores rurais assentadas, o que colocou o Maranhão em primeiro lugar entre as superintendências do Nordeste. O Incra-MA também foi a Regional que criou o maior numero de assentamentos no país.

Mereceu menção o atendimento de 17,5 mil famílias com os serviços de assistência técnica. Foram destinados cerca de 70 milhões para implantação de infraestrutura, assistência técnica e educação nos assentamentos.

unnamed (3)Tivemos um significativo avanço na regularização dos territórios quilombolas. Investimos R$ 1,3 milhão na realização de um pregão regional para contratação de 29 relatórios antropológicos para comunidades quilombolas – finalizou o superintendente.

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *