5

Holandinha também será atingido com descarte do PDT por Flávio Dino…

Agradecido pelo apoio do PDT, ainda em 2011 – quando o próprio comunista ainda apostava na candidatura de Tadeu Palácio (PP) – o prefeito avalizou a presença do partido na chapa de 2014, num acordo firmado também com o socialista Roberto Rocha (PSB). E que, agora, Flávio Dino se recusa a cumprir

 

http://www.marrapa.com/wp-content/uploads/2012/07/Edivaldo-Holanda-Jr1.jpg

Weverton, Roberto e Holandinha: eles confirmam o acordo…

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), foi o principal avalista da garantia de que o PDT iria indicar o companheiro de chapa do chefão comunista Flávio Dino nas eleições deste ano.

Holandinha bancou o apoio ao PDT e foi o primeiro a revelá-lo publicamente, durante a entrevista dos seus 100 dias de governo, em 2013.

O apoio foi uma retribuição do prefeito à postura dos pedetistas, que desde 2011 já defendiam uma coligação com Edivaldo Júnior, quando nem o próprio Flávio Dino acreditava em sua viabilidade.

Na época, em 2011,  o chefão comunista apostava na candidatura do ex-prefeito Tadeu Palácio (PP). E até menosprezava as pesquisas que apontavam Holandinha com possibilidades reais de crescimento durante a campanha.

http://gilbertoleda.com.br/wp-content/uploads/2013/08/brandao.jpg

…Mas Dino quer descumpri-lo para abrigar Brandão e agradar Zé Reinaldo

A aposta do PDT no atual prefeito começou a partir de junho daquele ano. A ideia inicial era levar Edivaldo para o PDT.

O projeto foi abortado diante  da resistência dos pedetistas que ainda sonhavam com a aliança em torno do então prefeito João Castelo (PSDB). Mesmo assim, a parte do PDT que acreditava na vitória de Holandinha bancou sua indicação.

Flávio Dino e o PCdoB só foram ter maior confiança no candidato do PTC a partir de janeiro de 2012, a seis meses das convenções.

Foi então que se definiu a candidatura de Holandinha em 2012, com Rocha de vice e a garantia de que seria ele o candidato a senador em 2014.

Para o PDT, que não pôde ter o candidato a prefeito e nem pôde indicar o vice,  ficou a garantia de que comporia a chapa de Flávio Dino em 2014.

Acordo que, agora, o comunista mostra resistência em cumprir.

Mesmo com a chancela do seu aliado na Prefeitura de São Luís…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. PREF. EDIVALDO COMO FICA A SITUAÇÃO DOS SEUS AMIGOS NA SEMUS? PELO QUE EU SEI, A WILMA E O MÁRCIO SÃO DO PDT, INCLUSIVE A WILMA TEM LIGAÇÕES FORTES COM O EX-PREFEITO DE TIMON, CHICO LEITOA. É O FIM DO RELACIONAMENTO DO PDT?

  2. O PDT NÃO MORREU, CONTINUA MUITO FORTE EM TODO O MARANHÃO, SIMPLESMENTE ESCOLHERAM UM CANDIDATO A VICE QUE NUNCA FOI VOTADO NEM PRA SÍNDICO E AINDA É DE BALSAS, A MESMA CIDADE DO CANDIDATO A SENADOR. ERRO PRIMÁRIO.

  3. E pela primeira vez vou louvar a ação de Flávio Dino ao que diz respeito a um possível rompimento, que é esse com o PDT. Afinal, ter o apoio do PDT é a mesma coisa de você ter um castelo de areia construído à beira mar. Essa turma do PDT trai, e trai com requintes de crueldade, eles sugam as vítimas até que elas sangrem. Outra coisa, ter num palanque tipos como essa atual chefia do PDT é na minha opinião, queima total de filme.
    Diante disso, até que Flávio Dino é um cara espero! Xô PDT!
    PDT bom com ética e respeito morreu junto com Dr. Jackson.

  4. Política é igual a um campeonato de xadrez, quando você vê um lance bom em um dos tabuleiros do torneio fica de olho nas jogadas para ao final comentar. Flávio Dino jogou bem nos últimos dias e todo mundo está comentando… É um fato bastante concreto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *