3

Prefeitura promete intervenções na saúde

unnamedA Secretaria Municipal de Saúde (Semus) adotou um novo modelo de trabalho para a reestruturação de toda a rede de atendimento na área da saúde.

No Hospital Municipal Clementino Moura – o Socorrão II – uma série de medidas foi iniciada, como parcerias institucionais, mutirões de cirurgias ortopédicas e criação de leitos de retaguarda em outras unidades de saúde, reduzindo a demanda de espera por atendimento em até 80%.

As ações também estão sendo implantadas em outras unidades de urgência e emergência como no Hospital da Criança, que além das intervenções e apoio com leitos de retaguarda, será contemplado com a construção de um centro cirúrgico. No Hospital Municipal Djalma Marques – o Socorrão I – ações similares para garantir o aperfeiçoamento do atendimento serão realizadas a partir de maio. Além da melhoria no sistema de triagem, o hospital contará com mutirões na área da Neurocirurgia.

O modelo de mutirões é uma experiência já consolidada com sucesso no Socorrão II beneficiando o setor de ortopedia. Cerca de 40 cirurgias chegam a ser realizadas mensalmente através do convênio com o Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HUUFMA). Em fevereiro foram realizadas 168 transferências e em março 197. Dessa forma, houve melhora significativa do atendimento e não existem mais pacientes ortopédicos nos corredores do Socorrão II.

Por determinação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior todo o sistema da Saúde está sendo reestudado para que possamos alcançar os avanços tão esperados por nossa população. Nós temos sido incansáveis em buscar melhorias – frisou a titular da Semus, Helena Duailibe.

É aguardar e conferir as tão esperadas mudanças

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. tudo continua exatamente como antes nos socorroes. Só o “cala boca” que mudou!

  2. Eu não sei o porque dessa propaganda de Helena. Visite os socorroes e verá que a situação é a mesma. Filas e mais filas nos corredores, desabastecimento. Vcs quando querem enaltecer um, exageram. O caos é o mesmo.

  3. Só besta, imbecil e idiota (desculpe-me pela redundância) para acreditar em uma pesquisa dessa. O Flávio Dino eu não sei qual porcentagem tem, mas Edinho, dizem, tem 30.
    Você acredita, meu caro blogueiro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *