6

Pesquisa com um candidato só é covardia

pesquisa-eleitoralPor Jorge Aragão

O Blog jamais poderia questionar os números da pesquisa Data M, para o Governo do Maranhão, divulgada nesta quinta-feira (24), no Jornal Pequeno. Inicialmente por não ter informações precisas sobre o levantamento e principalmente pelo fato do Data M ter sido o instituto que mais acertou nas eleições de 2012.

No entanto, o Blog se permite afirmar sem medo de errar que: realizar pesquisa eleitoral com apenas um candidato é covardia. A pesquisa ouviu 1.500 eleitores entre os dias 19 e 22 deste mês, apontando Flávio Dino (PCdoB) com 62% e Lobão Filho (PMDB) com 12%.

A Oposição nem teve coragem de comemorar tais números e a pesquisa servirá apenas para debate interno, e como este Blog antecipou, para tentar manter pelos beiços o PDT (reveja) e trazer novos aliados, leia-se PPS.

Os números de fato jamais poderiam ser comemorados, afinal nesse período, 19 a 22 de abril, a pré-candidatura de Lobão Filho sequer havia sido lançada, O peemedebista sequer havia pisado em solo maranhense, o que só aconteceu ontem (23). Além disso, estranhamente retiraram da pesquisa o nome da deputada estadual Eliziane Gama (PPS), que ainda se declara pré-candidata ao Governo do Maranhão.

Com esse cenário amplamente favorável e surreal, com apenas um candidato, seria impossível não conseguirem inflar a candidatura do comunista Flávio Dino.

E isso sem abordar outros dois aspectos levantados pelos jornalistas Marco D’Eça e Luis Cardoso. D’Eça lembra que mesmo sem Lobão Filho tem sido confirmado oficialmente pré-candidato e sem sequer ter iniciado sua campanha, afinal se recuperava de duas cirurgias feitas em março, o peemedebista conseguiu alcançar 12% em apenas 15 dias (veja).

Já Cardoso, apresenta outros números da pesquisa que demonstram claramente que a realidade em outubro dificilmente será essa. O levantamento feito pelo Data M mostra que 48,8% dos eleitores do Maranhão ainda não sabem em que irão votar para governador (veja).

De fato a pesquisa só servirá para Dino tentar angariar mais aliados e não perder os que já têm, mas apenas os tolos podem acreditar em pesquisa eleitoral com apenas um candidato.

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Se eu fosse levar a sério teu questionamento começaria por chamá-lo atenção de que no post anterior comparou uma festa que é um ato político de lançamento de candidatura com um ato solene e técnico de apresentação de propostas, seguido de entrevista coletiva tsstsssss !
    Outra coisa, quer dizer que se a oligarquia agora lançar uma candidatura a cada 06 semanas a oposição estará impedida de fazer e divulgar suas pesquisas ? Rapaz, cada um apresente o que tem e, quem não tem, que vá chorar na cama que é lugar quente.

  2. Eu também acho que Lobinho não será o candidato.
    Mas, não precisa desconsiderar os outros que foram citados.

  3. Essa oposição é muito engraçada , pensa que o povo é besta.
    O chefão comunista é candidato ao governo desde que perdeu a eleição em 2010 ,desse jeito ele é praticamente o único candidato ao governo , agora eles têm que se preocupar e muito com o Lobão Filho , porque com exatos 13 dias que foi anunciado pré candidato ele já desponta com 12% , tá subindo a JATO !
    E a pesquisa de senador , quase me acabo de sorrir , não incluíram o candidato com mais chances de se eleger senador pelo Maranhão , o João Castelo.
    Mas tá explicado , o instituto Data M é de um empregado do Bob Rocha.

  4. Marco,
    Concordo com você, que quase nada poderá se aduzir da pesquisa ora encomendada.
    Desde que foi instituído o 2 turno nas eleições. Excetuando-se a eleição de 1998 todas as eleições são definidas numa margem de votos entre 5 a 8%. Ou seja, mesmo as eleições vencidas no primeiro turno, elas não foram definidas por uma grande margem de votos.

    Assim Lobão irá chegar, facilmente, aos 38-40% já em meados de agosto.

    Os prefeitos das pequenas cidades irão todos para o lado dele (via instrumentos de convênio, programa luz para todos e ameaças de inlegibilidade via tribunal de contas e de justiça) e Lobão irá crescer no eleitorado.

    O Problema é que os três principais colégios eleitorais do Estado: São Luiz, Imperatriz e Timon são da oposição e aí fica muito difícil “mudar o voto” desses eleitores.
    dos Grandes colégios eleitorais ele terá Bacabal (quase todo) e parte de Caxias e Codó e deverá levar uma “surra” em Balsas também.
    O fiel da Balança seria Eliziane aí apostaria meu carro que iria ter segundo turno, sem ela “os comunas” levarão no primeiro turno, com uma pequena diferença de votos.

  5. Já que vc e o outro expert daí de cima são os gurus da politica nacional, porque então não mandam fazer uma pesquisa pra se contrapor a essa? Já sei, estão com medo dos resultados. Mas vcs não se julgam sabedores de tudo?
    Sabem de nada ONOCENTES!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *