4

Somos todos seres humanos!

10256565_727654687257672_3169298644410444233_nEm uma sociedade considerada avançada, uma atitude de verdadeiros trogloditas.

Como a maioria já sabe, mais uma demonstração de racismo – corriqueira nos últimos tempos no futebol europeu – aconteceu contra outro jogador brasileiro.

Daniel Alves, ao se preparar para cobrar escanteio pelo Barcelona, sofreu tentativa de humilhação por parte da torcida, que arremessou bananas a ele, em uma clara tentativa de xingá-lo de macaco.

Mas, inusitadamente, a tentativa não deu muito certo. Sempre irreverente, Daniel simplesmente pegou uma banana, comeu e cobrou escanteio.

Assim, como se nada tivesse acontecido. Porém, infelizmente, aconteceu.

E, vale ressaltar, não podemos interpretar a atitude como um “finjo que o racismo não existe”, mas sim um “resisto e atitudes como esta não me diminuem como pessoa”.

Muito pelo contrário. Atitudes como esta dos torcedores mostram quem na verdade é rasteiro como pessoa.

Ponto para Daniel Alves. Ponto para as palavras de solidariedade ao jogador.

Mas não basta só comer bananas ou mostrar solidariedade. Aliás, comê-las e postar uma foto em redes sociais é idiota, para não dizer hipócrita.

Não somos todos macacos, somos primos da ordem primatas, mas não somos. Somo sim, todos seres humanos.

Se você assume que é macaco, assume também que pode, sem problemas, ouvir/dizer isso. E não, não pode.

Deste caso, tiramos apenas uma reflexão: o racismo existe e precisa ser combatido.

Parece algo óbvio, mas para muitos, este óbvio é mais difícil de se conceber.

E depois os irracionais são estes nossos primos com pêlos. Coitados.

Com redação de Aline Alencar

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. De macaco só tenho uma aparência que gosto de banana. Nós descendemos é de Adão conforme a Bíblia diz, porque tanta ignorância. Ninguém pode ficar injuriado por isso, mas parar com essa falta de respeito ao seu próximo.

  2. Você não entendeu. As fotos postadas eram em apoio ao Daniel e dizer que somos todos macacos (claro que não somos) era uma forma irônica de responder ao racismo.

  3. Quem escreveu este artigo não está entendendo NADA!!!
    “somos todos macacos” está muito bem colocado. Agora só os burros; esses não entendem NADA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *