2

Os sem limites

(Foto: VC no Imirante / Via Whatsapp)

A falta de uma delimitação clara, ou pelo menos, a divulgação dela, dificulta aos cidadãos na hora de cobrar seus direitos.

E, como sempre, as administrações municipais da Grande Ilha de São Luís, fazem de conta que o problema nem é seu.

O tiro sempre pega nos moradores das fronteiras entre as cidades.

Não é à toa que, hoje, manifestantes interditaram a MA-222, estrada da Maioba, para reinvidicar por segurança (responsabilidade do governo), asfaltamento e saúde.

Cada problema reclamado e nenhuma autoridade até o momento se importou em atendê-los. E como ninguém se prontifica, a todos se cobra.

Todos, sem limites.

 

 

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Ninguem mais se está em são luis, raposa, paço ou ribamar? A conta de energia vem de um, iptu de outro, internet do outro e por ai vai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *