13

Não foi fatalidade

Este veículo era usado no transporte de crianças. Não foi fatalidade.

O acidente ocorrido na noite de ontem, terça-feira (29), no município de Bacuri, no Maranhão, deixou 08 mortos, entre eles crianças.

Acidente este que foi considerado uma fatalidade.

Mas não foi.

Crianças transportadas em um veículo tido como “escolar”, estavam completamente inseguras em suas viagens, o que deixou o fato até previsível.

Sendo possível prever, não é uma fatalidade, pelo simples fato de que a prefeitura do local poderia ter evitado colocando transporte adequado.

Verbas os prefeitos recebem, mas muitos não querem aplicar. O que é uma vergonha tamanha.

Vergonha também aos outros órgãos públicos de fiscalização que fecham sempre os olhos para as irregularidades.

E mais pessoas inocentes vão morrendo.

 

Com redação de Aline Alencar

Marco Aurélio D'Eça

13 Comments

  1. Que o prefeito do município de Bacuri deve ser punido ,ninguém tem dúvida.Mas outros fatores também devem ser levados em conta.Onde estavam os órgão fiscalizadores: O Ministério Público, A câmara dos vereadores, O conselho tutelar será que nenhum representante dessas instituições nunca cruzaram com esse tipo de transporte escolar? E o Mec será que o seu papel e só liberar as verbas e não fiscalizar o emprego das mesmas? É preciso repensar certas atitudes para evitar as tragédias

  2. Todos vocês esqueceram de culpar em primeiro lugar, quem merece. SE CHAMA MINISTÉRIO PÚBLICO, quem deveria fiscalizar esse tipo de serviço, seria o promotor (a), da cidade, que tem a incumbência constitucional.
    Eles recebem ótimos salários e mordomias, para fazer cumprir as leis e acionar os gestores.
    Mas lembrem-se, estamos no MARANHÃO, onde nada FUNCIONA!

    OBS: Um exemplo de atuação do órgão fiscalizador. Lembram do leite contaminado e adulterado no Sul do País?! Sabe quem investigou e fiscalizou?
    MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL ATUANTE E COMPETENTE!

  3. Cadê os hospitais de alta complexidade que ela implatou naquela região. Pq todos foram transfeidos para São Luís

  4. Muitos fatores concorrem para isso, principlamente a omissão daqueles que deveriam fiscalizar o executivo: A Câmara de vereadores devia entender que seu papel vai além de aprovar os projetos do executivo, sempre a ele subserviente; o ministério público; o conselho tutelar que se limitam apenas às agressões domésticas ou sexuais a que os menores estão espostos. Todos esquecem de atuar preventiamente, não expondo os adolescentes a tão imitente perigo.

  5. Gostei!! realmente não foi fatalidade e sim uma tragédia anunciada.Esse Prefeito deveria ser denunciado à Justiça por crime doloso.Agora aparece com uma nota ridícula,pensa q engana quem?

  6. Gostei!! realmente não foi fatalidade e sim uma tragédia anunciada.Esse Prefeito deveria ser denunciado à Justiça por crime doloso.Agora aparece com uma nota ridícula,pensa q engana quem?

  7. O poder de fiscalizar trânsito das rodovias estaduais e municipais é do ESTADO. Pagamos impostos de nossos carros, pagamos por nossas habilitações e o ESTADO não faz a mínima força para que tudo ocorra dentro da LEI. Simples assim, acaba sendo culpa dos “costumes” (entenda má educação) de um estado que não cumpri regras, não exige habilitação, capacete, retrovisores e até mesmo documentos dos veículos. O interior hoje está empanturrado de veículos roubados que vão para o interior e que tem as placas retiradas. Animais nas pistas é outra parte destes “costumes”. Será que algum dia muda?

  8. Os desrespeitos às leis como: Código Nacional de Transito, Estatuto da Criança e do Adolescente e tantas outra são gritantes nos municípios maranhenses por ação dos prefeitos e omissão de Vereadores, Delegados, Promotores, Juízes. Cadê as comissões de defesa dos Direitos Humanos para atuarem nesses casos, ou crianças pobres das zonas rurais (e urbanas) não são humanas. Muito bem falou um entrevistado no esquenta que no Brasil não existe nada mais perigoso que ser pobre.

  9. SE QUISEREM VER DESCASO VENHA A TUNTUM, ESPERE A CHEGADA DOS ALUNOS ENTRE DEZOITO HORAS ÀS DEZENOVE PRINCIPALMENTE EM FRENTE A ESCOLA C E ISAAC MARTINS, QUE É A ESCOLA QUE RECEBE O MAIOR NÚMERO DA ZONA RURAL, D20 SUPERLOTADAS SEM SEGURANÇA NENHUMA, ESSES JOVENS VIAJAM EM PÉ POIS NÃO CABEM SENTADOS. VENHA COMPROVAR O QUE ESTOU ESCREVENDO. DUVIDO QUE OS BLOGUEIROS DA CIDADE MOSTREM ISSO.

  10. JORNALISTA.
    DE QUE LADO É ESSE PREFEITO, POR QUE VIERAM OS FERIDOS PRA SÃO LUIS ? E OS VÁRIOS HOSPITAIS DE ALTA COMPLEXIDADE ONDE ESTÃO ? E A POLICIA RODOVIÁRIA ESTADUAL ONDE ESTAVA ? SÓ ATUA NAS ESBURACADAS RODOVIAS DA ILHA ? E O MINISTÉRIO PUBLICO O QUE FAZ ? SÃO VÁRIOS OS MORTOS NAS RODOVIAS DA BAIXADA E DE TODO O MARANHÃO NÚMEROS QUE NÃO APARECEM POR QUE ESCONDEM ?

  11. Caros amigos, o que acontece é o seguinte: Contratar estes carros para transportar alunos é uma grande fonte de renda para prefeitos do interior. Eles alugam uns 10 carros, mas na verdade só trabalham 5. O dinheiro dos outros cinco é dividido com o prefeito e o dono do carro. Muitas prefeituras mantém ônibus escolares parados enquanto estes carros tipo pau de arara transportam alunos. O município de Tuntum, é caso típico deste. Investigue e verá…

  12. Se fosse em um pais serio e se tivéssemos justiça e juízes comprometidos, seria de imediato decretada a prisão do prefeito pois ele é o principal culpado dessa tragedia quando assumiu o risco alugando esse tipo de carro para transportar pessoas.
    Como não é nada vai acontecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *