6

Socorrão II continuará funcionando normalmente…

Mesmo com graves problemas de irregularidades na infraestrutura do Hospital Clementino Moura (Socorrão II), a Prefeitura de São Luís recorreu decisão da Justiça que determinava a interdição parcial do Hospital Clementino Moura (Socorrão II).

Por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), a Prefeitura obteve suspensão da tutela antecipada que havia sido concedida ao Ministério Público. O acolhimento do pedido viabiliza a permanência regular do atendimento no Socorrão II e foi deferido pela presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Desembargadora Cleonice Silva Freire.

Ao deferir a suspensão da liminar, a presidente do Tribunal de Justiça considerou suficientes os argumentos do Município que apresentaram o risco de grave lesão à ordem pública e os sérios riscos à saúde pública, com prejuízos à integridade física de milhares de pacientes, caso houvesse a ausência de atendimento médico e hospitalar.

O Município pediu a suspensão da decisão inicial em função do potencial risco de grave lesão à saúde, ordem e economia públicas, já que não há como impedir o ingresso de um paciente em estado grave a um hospital público de emergência sem cometer omissão de socorro. A Procuradoria sustentou ainda que o laudo no qual se baseou o Ministério Público para pedir a interdição do Socorrão II foi elaborado na gestão passada e não reflete mais a realidade atual daquela casa de saúde.

Além disso, a PGM defendeu a necessidade da manutenção dos serviços no Socorrão II devido à divisão dos pacientes de emergência em São Luís ser realizada apenas entre os dois Socorrões. Pelo entendimento da Procuradoria, a interdição parcial de qualquer um deles acarretaria prejuízo para o atendimento público de emergência da capital ao usuário do SUS.

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Dizem as más linguas que uma das mentoras da saída da Dep. Drª Helena da SEMUS ,seria uma tal de Wilma que parece ser a veradeira secretaria da SEMUS e por conta disso a Drª Helena parece ter colocado a situação para o prefeito Edivaldo : ” Ou eu ou ela…!”

  2. Meu Caro Antonio Lima, sinto muito e concordo em algumas coisas com vc quanto a Drª Helena, mas se existe tanta competência na mesma, porque já se fala nos corredores do palácio La Ravardiere que a Draª está com os dias contados na SEMUS!

  3. Situação contornada, graças à capacidade e competência da secretária, Helena.
    Gestão não tem mistério: basta colocar as pessoas certas no lugar certo que as coisas funcionam, é uma pena que o jovem Prefeito não tenha umas dez helenas na sua equipe de governo, pois, se tivesse se acercado de gente com coragem para trabalhar a sua gestão não seria essa tragédia toda.
    Parabéns Dr. Helena!

  4. MARCO , É VERDADE QUE A SECRETÁRIA HELENA DUAILIBE SERÁ SUBSTITUÍDA AINDA ESSE MÊS?

    Resp.: Nunca ouvi falar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *