7

Direito de resposta determinado pela justiça eleitoral…

A denúncia apresentada já foi alvo de reportagem do jornal O Estado do Maranhão, em fevereiro deste ano, tendo sido devidamente esclarecida pela Embratur à época, com a divulgação de uma nota assinada pela Auditora-Chefe da EMBRATUR, Nadja Maria Mehmeri Lordelo, e pela Coordenadora de Suporte Tecnológico, Mariza Garcia Avalone.

Na nota, o órgão do governo federal explica que o contrato anterior à gestão de Flávio Dino. E que, em agosto de 2011, por decisão do recém-empossado presidente Flávio Dino, todos os contratos da Embratur sofreram auditoria compartilhada pela Controladoria Geral da União (CGU) e Auditoria Interna da Embratur. O trabalho foi concluído em março de 2012, quando a CGU no apontou nenhuma irregularidade ou fez qualquer ressalva em relação ao valor do contrato de informática, razão pela qual foi efetuada a renovação, prossegue a nota.

“Brasília, 16 de fevereiro de 2014.

ESCLARECIMENTO DA EMBRATUR

1 O contrato abordado na matéria de 2009, quando houve adesão a uma Ata da Universidade Federal da Bahia. Na época, a adesão Ata foi antecedida de pesquisa de preços de mercado, com base no parque tecnológico da Embratur, e no da citada Universidade. O valor do contrato de 2009 era de R$ 5.169.147,48.

2 Em agosto de 2011, por decisão do recém-empossado presidente Flávio Dino, todos os contratos da Embratur sofreram auditoria compartilhada pela Controladoria Geral da União (CGU) e Auditoria Interna da Embratur. O trabalho foi concluído em março de 2012, quando a CGU no apontou nenhuma irregularidade ou fez qualquer ressalva em relação ao valor do contrato de informática, razão pela qual foi efetuada a renovação.

3 Na renovação com a empresa de informática, em junho de 2012, a Embratur optou pela redução dos serviços contratados, o que levou economia de quase 50% dos recursos público envolvidos, reduzindo o valor total do contrato para R$ 2.999.999,97.

4 Somente em agosto de 2013, após o término do contrato oriundo da adesão da ata, a CGU passou a questionar aspectos do contrato, que foram devidamente respondidos pela equipe técnica da EMBRATUR. Reiteramos o ponto de vista técnico de que no houve nenhum despesa antieconômica no citado contrato.

5 As controvérsias técnicas ainda existentes serão debatidas perante o Tribunal de Contas da União, que ainda vai julgar as contas de gestão relativas ao ano de 2012.

6 Esclarecemos que o parecer da CGU que as contas do gestor Flávio Dino a 2012 são regulares, e não irregulares.

Mariza Garcia Avalone

Coordenadora de Suporte Tecnológico

Nadja Maria Mehmeri Lordelo

Auditora-Chefe”

Flávio Dino

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. Poderíamos ter um debate eleitoral com avaliações de propostas e perfil de candidatos, sem ataques, o Maranhão é muito maior que estes grupos que estão nessa caminhada pelo Poder!

  2. o povo do maranhão já sabe de que lado estar a verdade e de que lado vai caminhar e de maneira inteligente vai seguir em frente com lobão filho e Hildo rocha dep. federal esse comunista que não acredita em deus não tem competencia para governar o nosso estado.

  3. Acho é graça. hehe
    Mas tu não é pago pra falar a verdade, só as noticias que interessa o clã, fazer o que?
    Ai da nisso!!!!!!!!

  4. Xiiii… E agora José? Pô meu, tu gostas de uma bagaça, né? O cara tava falando que tava tudo beleza e tu fungando no cangote dele… sai pra lá encosto!!!!! Valeu Flavio Dino: FUTURO GOVERNADOR!!!!!!

  5. 5 As controvérsias técnicas ainda existentes serão debatidas perante o Tribunal de Contas da União, que ainda vai julgar as contas de gestão relativas ao ano de 2012.
    AS ” controvérsias técnicas” podem dar até 12 anos de CADEIA, e em REGIME FECHADO.

  6. Perdeste mais uma, acho que você atrapalha, em vez de ajudar o Edinho 30%. Pede para ele pedir direito de resposta também e se preparar para as sabatinas, pois fugir é feio.

  7. sarará, quando começaram as apurações de voto tu infarta antes de encerrarem!!! vai ter ajoelhar pra FD!!! FD vai ser teu governador queira ou nao !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *