5

É Lobão Filho quem tem a família atacada, não Flávio Dino….

Editorial

 

lobaoeedinho

É o carinho com o pai que irrita Flávio Dino e aliados?

O senhor Flávio Dino, do alto de sua arrogância, se faz de coitadinho cada vez que se questiona como é o relacionamento dele com o pai, com os irmãos e com a família.

Também se diz irritado quando se fala do relacionamento dele com a mulher – ou ex-mulher – o filhos e sua relação em família.

E chega mesmo a se fazer de vítima de perseguição.

Já chegou, por diversas vezes, demagogicamente, a pedir publicamente ao senador Sarney  “a mandar parar” com o que chama de ataques, colocando – pela sua lógica autoritária – profissionais livres e capazes das próprias ações como vassalos ou lacaios de poderosos.

Mas não é Flávio Dino quem tem a vida familiar atacada nestas eleições, e sim o seu adversário Lobão Filho.

Diante do silêncio do comunista, blogs, páginas de internet e perfis de redes sociais financiados por ele ou por seus aliados passam o dia inteiro a ironizar, ridicularizar, e atacar até a honra de Lobão Filho, sua mulher, Paulinha, sua filha e seus pais.

Pior: o fazem criminosamente, deturpando a realidade e os fatos, como prova o vídeo exibido no post abaixo.

São ataques covardes, que não se baseiam em fato algum, mas apenas no desejo de vilipendiar, achincalhar e menosprezar a vida de pessoas.

Este blog sempre defendeu e continua a defender: o eleitor tem o direito de saber todos os aspectos da vida pessoal de um candidato que pretende comandar seus destinos.

lobao

O carinho público com a mulher também incomoda o adversário?

E por isso este blog não se furta – nem com censura ou tentativa de intimidação – em questionar tanto Flávio Dino quanto Lobão Filho sobre estes aspectos.

Mas são questionamentos, não ataques, como os que a turma do comunista tem feito covardemente à família do seu adversário.

Ataques covardes como os que agrediram Paulinha Lobão.

Ataques covardes como os que agrediram Tatiana Lobão.

E ataques criminosos, como os que deturparam e tiraram do contexto a fala do próprio Lobão.

Ataques protegidos pelo silêncio conivente de Flávio Dino e de seus lugares-tenentes, que se arvoram de justiceiros para pedir campanha limpa, mas fazem vista-grossa a criminosos de toda laia que lhe batem continência.

Neste 10 de agosto comemora-se o dia dos pais.

Espera-se que a data sirva de lição ao candidato Flávio Dino para que reflita e cobre dos seus a mesma postura que exige dos de fora.

Afinal, como os pais ensinam desde  criança, “a Justiça para ser boa, começa em casa”.

E que inclusive ele, Flávio Dino, possa também regozijar-se neste domingo de agosto…

 

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Oq podemos perceber é q esse flavio dino nao tem familia…poucas pessoas sabem q ele teve um caso com a sua secretária por muitos anos e quando els engravidou a ex esposa dele separou e foi embora prw Brasilia com os filhos, um inclusive faleceu la por conta de problemas asmaticos ha uns dois anos atras.

  2. É O LOBÃO FILHO PARECE QUE TEM UM CARINHO ESPECIAL PELA ESPOSA(GAROTA SORTUDA!) , MAIS O QUE ME INTRIGA REALMENTE, É QUE EU NUNCA VEJO A ESPOSA DO FLÁVIO DINO JUNTO COM ELE! PORQUE?

  3. Marco, TODOS sabem como ERAM “fraternas” a as relações entre Flávio Dino com seu velho e bondoso pai, Sálvio Dino.
    Quem contestar isso, ou desconhece os fatos, ou apenas é um vagabundo.

  4. A estreia de Lobão Filho na Assembleia Legislativa começou com ” Lugar juiz é no tribunal” que eu achei uma provocação normal, mas na sequência um segmento do PMDB fez um coro insultando a família do adversário. Em seguida aquela entrevista na própria Mirante onde ofertou aqueles generosos 20 mil reais, quer que eu liste ainda mais ?
    Sobre as fotos da Paulinha e da Tatiana, eu também me indigno, mas o fato é que vi aquelas fotos há dez anos, na mesma época das fotos da Sra. Altevir , deveriam buscar os responsáveis e punir e não cobrar de quem nada tem a ver com os mesmas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *