8

Usar até Stênio Mendonça, Flávio Dino?!? Peraí, né?!?

Assassinato do delegado de polícia, em 1997, foi um crime estadual. A questão do blog é: como o comunista, na época um juiz federal, teria ajudado a elucidar tal caso?

 

http://s2.glbimg.com/c9oG8AHlElCzjMErvdGiKGv1d8I=/300x225/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2013/05/14/stenio_mendonca_i.jpg

Stênio Mendonça: caso de repercussão nacional

Já é público e notório que o candidato do PCdoB ao governo, Flávio Dino, tem uma necessidade crônica de se mostrar como o mais puro entre os puros.

Mas sua obsessão tem se tornado perniciosa, na medida em que ele influencia sua propaganda de TV a usar fatos e pessoas, descaradamente, para construir uma imagem pública que o candidato sequer necessita.

Na propaganda eleitoral de ontem, por exemplo, o PCdoB usou um fato histórico do Maranhão – de responsabilidade exclusiva da Justiça Estadual – para atestar uma mentira envolvendo Flávio Dino, ex-juiz federal.

Segundo o programa, o comunista “ajudou na solução do caso Stênio Mendonça”.

Como assim? Como um juiz federal teria atuado na elucidação de um caso estadual? Qual foi a decisão, uma só que seja, dada por Flávio Dino especificamente no caso Stênio Mendonça, explorado por ele em seu programa?

Mas esta não é a primeira vez que Dino usa sua passagem pela Justiça Federal para jactar-se de herói, uma necessidade que parece grudada em sua personalidade.

No debate da TV Difusora, segunda-feira, o candidato Antonio Pedrosa (PSOL) fez uma pergunta genérica sobre  questões agrícolas no Maranhão. Também de forma genérica, Dino respondeu, dentre outras coisas, que “ajudei muito na reforma agrária”.

Como assim, candidato?!”? Como é que um juiz ajuda na Reforma Agrária? Um juiz não deve apenas julgar os casos que lhe chegam, independentemente de estar ajudando A ou B?

O episódio com Pedrosa mostra que Dino também usa sua ex-função de juiz para fazer proselitismo, como se não tivesse apenas cumprindo a sua obrigação de servidor da Justiça.

De volta ao caso Stênio Mendonça
A história do caso Stênio todo mundo conhece: delegado destemido, desbaratou quadrilhas do  crime organizado que envolvia até membros da polícia e da política no Maranhão.

Por causa disso, foi morto, na avenida Litorânea, em um domingo de março e 97.

A polícia maranhense, no governo Roseana Sarney, investigou e desbaratou o caso, prendendo boa parte dos envolvidos. E as decisões sobre prisões – e condenações – foram todas proferidas por juízes estaduais, não federais.

O último dos envolvidos, Máximo Moura, foi julgado em maio de 2013, por Júri Popular na 2ª Vara do Tribunal do Júri, como se pode ler aqui

Em seu site de campanha, Flávio Dino usou o caso Stênio no dia 21 de julho. Com o título “decisão de Flávio Dino foi um duro golpe contra o crime organizado no Maranhão”, o texto do seu site de campanha afirma que “Na ocasião [em 1997, portanto], uma decisão dele viabilizou a participação da Polícia Federal na apuração, o que foi fundamental para o andamento do caso. Foi essa federalização que deu suporte para a elucidação do crime”. (Leia aqui)

O site e o programa do candidato tentam passar a ideia de que Dino interferiu especificamente para ajudar na elucidação do caso Stênio Mendonça, o que não é verdade.

Mas nem o próprio site do candidato diz que “decisão importante” foi esta de um juiz federal em um caso estadual.

O blog, portanto, questiona publicamente o ex-juiz Flávio Dino: qual sua participação efetiva na elucidação do assassinato de Stênio Mendonça, um caso estadual, investigado pela polícia estadual e julgado pela Justiça Estadual?

O blog aguarda respostas convincentes do ex-juiz, agora comunista…

Marco Aurélio D'Eça

8 Comments

  1. São todos cara de pau cretinos ordinários,o filho de Jackson lago usando a imagem do finado pra sensibilizar bestas a votarem nele,e muita falta de vergonha,deveria ta preservando a imagem do falecido pai.99,99% desses políticos não tem escrúpulo

  2. Esse comunista da lacoste é um louco, Lixo dino está ficando lelé. D’eça, foi só eu ou vc também escutou esse Lixo Dino na tv declarando que não interessa o passado dos seus aliados?? Esse comunista está perdendo tempo com essa corja maldita que o cerca, na minha opinião deveria ir atrás do Fernandinho Beira Mar, esse tem muito fâs bandidos que poderiam ajudar….como assessor, esse ateu maldito deveria chamar o Elias Maluco e para finalizar com chave de ouro, deveria ter como vice o Maníaco do Parque!! Pois não interessa da onde vem e nem o que fizeram a corja que o apoiam, concorda?? rsrrs abraço.

  3. Nisso eu concordo. Também fiquei confuso ao assistir. Como ele ajudou a esclarecer o crime?

    Resp.; Não ajudou…

  4. ESSE COMUNISTA É UM LOUCO.
    EX-JUIZ, EX-PRESIDENTE DA EMBRATUR, EX-PROFESSOR, EX-COMUNISTA E AGORA EVANGELICO. DEUS ME LIVRE.

  5. É MESMO, TRÁFICO INTERNACIONAL É CRIME ESTADUAL? A CPI DO CONGRESSO TAVA FAZENDO O QUE MESMO?

  6. olha só Decio…..”por falar em não pedir votos….o prefeito de são benedito do rio preto tá numa atitude no mínimo esquisita….tem secretários dele com post do flavio dino dentro de casa….salvo me engano é o de administração ou o de agricultura…” foi o que ouvi de um amigo….sera mais um traira?

  7. “Como assim, candidato?!”? Como é que um juiz ajuda na Reforma Agrária? Um juiz não deve apenas julgar os casos que lhe chegam, independentemente de estar ajudando A ou B?”

    e um governador? prefeito? deputado? não deve apenas fazer o seu melhor sem usar isso como vantagem?

    é a mesma coisa…

    Resp.: Mesma coisa são dois ladrões numa cela, meu caro. Se um juiz faz a mesma coisa que um político, então adeus magistratura. Se um mocinho age como um bandido, adeus segurança. Se alguém que quer mudar usa as coisas daqueles que ele pretende mudar para justificar seus atos, então não precisa mudar coisa alguma.

  8. Alguém tem que chamar este senhor, e dar uns conselhos a ele, parar de falar tanta besteira! Já está sendo infantil, querendo passar toda essa perfeição e puritanismo.

    Deça, ele tem algum marqueteiro? Ou ele não precisa?
    Porque se tiver, tá bom de substituí-lo urgentemente,
    Ops! melhor, não… Deixe esse mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *