5

O que mais está por vir???

noescuroEngana-se quem pensa que jornalista não tem medo.

O medo faz parte da atividade cotidiana na coleta e divulgação da informação. A sensação de insegurança movimenta cada passo em busca dos fatos.

Medo que só aumenta quando se vê a incapacidade diante da covardia, da violência.

Mas o medo não pode prevalecer.

O objetivo de covardias como a que calou Décio Sá é calar toda a imprensa; é um recado também para autoridades.

A sensação é de vazio e de perda do rumo diante de tamanha brutalidade.

A quem pedir ajuda? A quem clamar por segurança?

O que fazer para se proteger?

Não há respostas, e o medo prevalece…

 

Texto publicado originalmente em 24/04/2012, com o título “A sensação é de medo”, por ocasião do assassinato do jornalista Décio Sá, mas que vem bem a calhar, agora, no atual momento político.

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. E A JUSTIÇA INERTE E PARADA,POIS NÃO COLOCA NA PAUTA DE JULGAMENTO O GRUPO DE GLAUCIO,MANDANTE E AGIOTAO……..AGORA FICA A PERGUNTA: A QUEM INTERESSA ESSA PRORROGAÇÃO DE JULGAMENTO DESSES PILANTRAS QUE ORQUESTRARAM A MORTE DE DECIO SÁ? QUEM DESSE NOSSO JUDICIÁRIO TUPINIQUIM TEM INTERESSE EM DEIXAR SE PRORROGAR ESSE JULGAMENTO?

  2. O que mais está por vir? CADEIA PRA ROSEANA, PARA OS MURAD E LOBINHO APÓS AS ELEIÇÕES. RÁ RÁ RÁ

  3. Quem tem que dá segurança ao povo do Maranhão é a governadora, que infelizmente deixou correr a revelia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *