3

Famem articula acordo que garante recursos para 163 municípios…

gilcutrimnovaA Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) intermediou proposta de acordo que resultará na liberação, por parte do Banco do Brasil, de recursos da área da saúde para 163 municípios maranhenses.

O repasse está suspenso desde o mês de julho devido a um Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre o Ministério Público Federal e o BB com o objetivo de impedir que as verbas federais repassadas pela União ao Fundo Estadual de Saúde fossem desviadas no momento do seu envio/pagamento para as Prefeituras enquadradas no Bloco MAC (Média e Alta Complexidade).

O não repasse dos recursos por parte do Banco do Brasil está ocasionando sérias dificuldades financeiras a estas cidades maranhenses.

– Devido a tal situação, não poupamos esforços, através do setor jurídico da entidade, para resolver este impasse visando não mais prejudicar os municípios. Acreditamos que, até o fim deste mês, o pagamento dos recursos estará sendo feito – afirmou o presidente da Famem, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar).

No último dia 13, durante videoconferência realizada na sede da superintendência regional do Banco do Brasil, em São Luís, o setor jurídico da Federação intermediou junto aos representantes do MPF e BB o seguinte acordo: para não mais continuar prejudicando financeiramente os municípios e suas populações, a instituição bancária formalizará convênios com as 163 Prefeituras para que as mesmas possam emitir boleto de cobrança das suas produções mensais (AIHs) para pagamento pela Secretaria de Estado da Saúde e, desta forma, receber os recursos oriundos da União e repassados ao FES.

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Acho um absurdo esse rapaz ser o presidente da FAMEM. Um traidorzinho mal caráter igual ao pai e o irmão.

  2. Marco, por favor coloque um post sobre o q ta acontecendo no caso da morte do advogado Bruno. Agora do nada o vigia q estava sumido apareceu assumindo a autoria do homicido.Tal fato, me causa estranheza , uma vez que as duas pessoas esfaqueadas reconheceram o Diego polary como autor do homicidio. Marco, penso q vc deveria colocar um post sobre esse assunto.abraço…

  3. Esses municpios só vivem de repasses, quer seja do governo federal ou do governo estadual, o que demonstra que não tinham condições de se emancipar. Sempre que vou a Paço do Lumiar ou São José de Ribamar, vejo que so forma criados como meio de saquear os cofres da união e estado. Vao ter que arrecadar para sobreviver, esses repasses precisam parar urgentemente, pois é um grande caminho para virar viagem para europa e Hilux.

    Falando em viagem, outro dia peguei um voo com destino a Portugal e nele estava um prefeito do interior com sua esposa. Foi de dar pena do casal jeca, que estavam tão arrumados que mais pareciam que estavam indo a uma festa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *