8

Miami e Belágua viram símbolos da eleição…

De O EstadoMaranhão

Mondiali: Roussef e Blatter consegneranno Coppa, non PuyolUma curiosidade marcou o segundo turno das eleições presidenciais e serviu como combustível para o debate sobre o perfil dos que defendem uma nítida diferenciação no eleitorado da presidente Dilma Rousseff (PT) e do senador Aécio Neves (PSDB).

Enquanto a candidata do PT obteve sua maior votação proporcional em Belágua, município do interior do Maranhão, atingindo 93,93% dos votos, o candidato tucano chegou a 91,79% em Miami, nos Estados Unidos, um dos colégios eleitorais para quem vive no exterior.

Miami é uma das cidades mais populosas do estado da Flórida, conhecida por se tratar de um importante centro turístico dos Estados Unidos, reduto de endinheirados de todo o mundo – e ponto turístico preferido dos brasileiros nos EUA.

aecio

Aécio Neves: voto dos que desistiram do Brasil

Belágua, por sua vez, é uma pequena cidade do interior do Maranhão, com pouco mais de 7 mil habitantes, que ganhou destaque no cenário nacional em 2010, quando também concedeu expressiva votação em Dilma Rousseff. Administrada pelo PT, tem mostrado forte relação com a presidente em todas as eleições.

Perdeu – De todos os 217 municípios maranhenses, Dilma perdeu apenas em um para Aécio Neves. Foi em São Pedro dos Crentes, situado na Região Tocantina do estado, onde o tucano obteve 50,01% dos votos, contra 49,9% da petista. Apesar disso, a diferença entre os candidatos foi de apenas cinco votos.

Ao todo, 1.256 eleitores votaram em Aécio. Outros 1.251 optaram por Dilma.

Em todo o estado, 2.475.762 eleitores votaram em Dilma.

Outros 667.517 mil votaram em Aécio no Maranhão. Ao todo, 3.265.307 milhões compareceram às urnas. Faltaram aos locais de votação 1.230.596 eleitores.

Votaram em branco 34.449 pessoas e anularam os seus votos 87.579 eleitores.

Marco Aurélio D'Eça

8 Comments

  1. Esse é o melhor exemplo de que o PT não tem nenhum interesse na melhoria de vida das pessoas. Os pobres sofreram ameaças de perder o cartão do Bolsa Família e sentiram-sem comprimidos em manter as migalhas que possuem. E infelizmente vão ficar mais quatro anos sem perspectiva nenhuma de melhoria, apenas vivendo das migalhas.

  2. O Piauí deu a mesma resposta ao Aécio, porque as críticas estão em cima do Maranhão? Bom seria que o povo maranhense realmente criasse vergonha e não votasse mais para político nenhum nem os mesmo imprestável do estado pois os ataques é somente a classe pobre ninguém ler uma critica aos empresários, ninguém entra em defesa dessa classe pobre que infelizmente ainda votam.

  3. O correto é que a taca nos Tucanos tá garantida…eles nunca mais se Deus e o povo quiser. rsrsrsr

  4. Exemplos que vem dos que produzem e carregam esse Pais nas costas. Cidade de Rodeio (SC) População; 10.964 habitantes; Familias beneficiadas Bolsa Familia ; 50.Cidade de Carlos Barbosa (RS) População; 25.551 habitantes; Familias beneficiadas Bolsa Familia ; 124.Cidade de Teutonia (RS) População; 27.743 habitantes; Familias beneficiadas bolsa familia ; 148.

  5. Pois é… Belágua, assim como a maioria do Brasil, só vem reforçar a tese de que “miséria só produz miséria”… E ainda se vangloriam de tais condições… São os verdadeiros idiotas confessos, como diria Nelson Rodrigues…País de miseráveis, governo miserável…

    Arthur

  6. Agora pergunta se ela (DILMA) vai visitar e agradecer, a esse município de Belágua, parabenizar, nunca, jamais…por lá nem água encanada existe e sem pavimentações e estruturas. Mais lógico que vão ser esse Governo Dilma, a maioria vivem de programas do Governo Federal, trabalhar jamais pois por lá esta difícil chegar a tecnologia, como dizem é política dos Sarneys, quanto mais desinteressados e sem conhecimentos, melhor.

  7. MARANHÃO COMO SEMPRE SENDO VERGONHA NACIONAL. COMO PODE SE VANGLORIAR POR UM ESTADO ONDE MAIS SE RECEBE BOLSA FAMÍLIA. ESSA É A VELHA TATICA DO SARNEY QUANTO MAIS POBRE MELHOR.

  8. O ideal seria que o povo de Belágua, não só tivesse o poder aquisitivo dos brasileiros que lá votaram – poderia ser até em Dilma – mas que não dependesse dependesse dessa esmola do governo federal, que fosse um voto decidido a partir de uma consciência crítica. O povo precisa é de trabalho. Só assim se resgata a dignidade. Parafraseando a música do saudoso Luis Gonzaga. Com essa bolsa família “…OU SE MATA DE VERGONHA, OU VICIA UM CIDADÃO”. Devo dizer que não concordo com a política neoliberal do PSDB. O povo estava num mato sem cachorro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *