5

E quem vai pagar a conta???

Déficit de quase R$ 1 milhão nas contas de campanha do governador eleito Flávio Dino (PCdoB)  é comum na política; o problema é que, cedo ou tarde, os “doadores” vão querer de volta o dinheiro “investido”

 

O governador eleito Flávio Dino (PCdoB) arrecadou, oficialmente, mais de R$ 8 milhões na campanha eleitoral deste ano, segundo dados da Justiça Eleitoral. E gastou mais de R$ 9 milhões, gerando um déficit de quase R$ 1 milhão em suas contas.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a dívida de campanha do governador eleito é de cerca de R$ 940 mil.

http://www.luiscardoso.com.br/wp-content/uploads/2013/07/flavio.jpg

Flávio Dino: dívida de quase R$ 1 milhão na campanha

E este déficit é ainda maior se verificado pelos dados do Comitê Financeiro do próprio PCdoB, que arrecadou R$ 3,7 milhões e gastou o dobro, cerca de R$ 6,5 milhões.

Candidatos a cargos eletivos fazem campanha às custas, principalmente, da doação de empresas. Mas têm que pagar fornecedores, trabalhadores e prestadores de serviços.

A dívida de Flávio Dino é relacionada a serviços prestados por terceiros nas atividades de promoção de sua candidatura.

É comum as campanhas gerarem débitos milionários para os partidos e candidatos. Quem perde a eleição, dificilmente honra o débito. Mas quem vence, ganha uma espécie de anuência dos próprios credores.

O problema é que, cedo ou tarde, estes prestadores de serviços, fornecedores e doadores de campanha irão cobrar a fatura.

E quem vai pagar a conta?!?

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Estão todos perdidos; principalmente o blogueiro e os comentaristas. O que tem de ilícito, numa licitação regular, dentro da Lei? É assim que as empresas são ressarcidas, prestando serviços e retendo seus lucros pelo trabalho ou serviço prestado. Não é legal é o faturamento sem a prestação do serviço. Mas, deixem de sonhar, a realidade, depois de sentado na cadeira e com a caneta na mão é, absolutamente, diferente da que imaginamos. Ninguém caiu do Céu prá governar.

  2. Tá sem assunto né ?

    resp.: Este não é um assunto? Tá até na Folha de S. Paulo e você acha que não é assunto? Coitado do Maranhão que virá…

  3. ACHO QUE ISSO NÃO É DE TUA CONTA, MAIS JÁ QUE TU ESTÁ TÃO PREOCUPADO, PORQUE TU NÃO PAGA? COM ESSA GRANA QUE TU RECEBE DESSAS PREFEITURAS TU DEVERIA COMEÇAR A PAGAR A TUA PARTE.

    Resp.: Isto é absolutamente da minha conta. Como jornalista e como cidadão. Como jornalista, tenho obrigação de querer saber as relações dos políticos e dos líderes maranhense. Como ciaddão, tenho obrigação de exigir que meu dinheiro seja bem aplicado.

  4. Da mesma forma que a tua governadora pagava as dela, ou tu acha que ela fazia campanha com dinheiro dela? Santa ignorância!

    Resp.: Mas o Maranhão não mudou pra melhorar e mudar estas práticas? Ou só mudou de dono?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *