0

Dois discursos…

 

Enquanto Dino reclama, seus auxiliares aprendem sobre a estrutura do governo...

Enquanto Dino reclama, seus auxiliares aprendem sobre a estrutura do governo…

O governador eleito Flávio Dino (PCdoB) resolveu adotar um discurso que vai de encontro ao que têm falado os seus próprios secretários já indicados.

Vez por outra, ele tenta criar um clima nas redes sociais de dificuldades de acesso ás informações do governo e chega até a questionar a regularidade das contas, criando um clima de prevenção.

Mas não é o que dizem os seus futuros auxiliares, que têm se reunido periodicamente com os atuais titulares da pasta. O discurso de todos os auxiliares de Dino é o de boa receptividade nas secretarias e acesso irrestrito às informações.

Ao invés de choramingar, Jardim foi atrás de informações da ua pasta...

Ao invés de choramingar, Jardim foi atrás de informações de sua pasta…

Muitos destes secretários já têm conhecimento amplo das pastas que vão comandar e são recebidos com o secretários de estado nas secretarias.

Flávio Dino reclama, por exemplo, até das obras que estão sendo entregues pela governadora Roseana Sarney (PMDB).

Mas seus auxiliares nas áreas de Saúde, Marcos Pacheco, de Infraestrutura, Clayton Noleto, e de Esportes, Márcio Jardim, acompanham o cronograma destas obras.

A secretária Áurea, da Educação, tabm foi beber na fonte, ao invés do chororô de Dino

A secretária Áurea, da Educação, tabm foi beber na fonte, ao invés do chororô de Dino

Alguns deles, até elogiam as ações dos atuais secretários.
Outros, como Neto Evangelista (PSDB), se reúnem diariamente com os colegas.

O tucano já esteve com o titular da Sedes, Fernando Fialho, pelo menos das vezes. E a ele foi passado documentos e informações para que pudesse montar seu cronograma de ação.

Em outra ponta, o futuro chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB), recebe da atual titular da pasta, Anna Graziella Neiva, todas as informações gerais do governo – contas bancárias, dinheiro em caixa, recursos a receber, pagamentos a fazer – tudo com absoluta transparência.

O discurso de Flávio Dino nas redes sociais, portanto, não procede e acaba criando constrangimento para os seus próprios auxiliares.

Que acabam desmentindo o chefe no dia a dia…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão, com ilustração do blog 

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *