11

PPS diz não ter mais responsabilidade sobre indicação de Ester Marques…

Partido da deputada Eliziane Gama lamentou as agressões aos seus militantes e o silêncio do governador Flávio Dino, mas disse que ainda torce pelo seu governo, apesar de não se sentir contemplado na administração

 

http://luiscardoso.com.br/wp-content/uploads/2015/01/page4.jpg

Ester Marques e Eliziane não tinham qualquer relação; e voltaram a este ponto menos de um mês depois da posse

Em nota divulgada no início desta tarde,  direção do PPS deixou claro que não terá mais nenhuma responsabilidade pelas ações da professora Ester Marques à frente da Secretaria de Cultura.

– Diante da evidência de uma orquestração que tenta desqualificar o Partido Popular Socialista junto à opinião pública, fato este até criminoso, que esconde interesses não revelados que estão para além do presente, o PPS mesmo tendo feito anteriormente a indicação da titular da Secretaria de Estado da Cultura, declara não ser mais responsável por esta – afirmou o documento, respaldado tanto pela própria Eliziane Gama, presidente estadual, quanto pelo deputado Wellington do Curso, presidente municipal.

A crise na Secma começou quando a titular Ester Marques pediu a exoneração de todos os indicados do PPS, alegado incompetência para o setor.  O adjunto indicado por Eliziane Gama, Gleydson Brito, foi substituído pela es´posa de um desembargador que trabalhou com Marques no Sesc.

Os membros do PPS lamentam que, desde que a crise eclodiu, o governador Flávio Dino mantêm-se em silêncio, recusando-se a atender a deputada Eliziane Gama.

Mesmo assim, na nota, o PPS mantém-se posicionado em apoio ao novo governo.

– O PPS deseja que o Governador Flávio Dino promova o diálogo com as forças políticas que contribuíram para sua vitória e que possa realizar as mudanças tão sonhadas pelo povo do Maranhão – diz o documento.

Abaixo, a íntegra da nota:

PARTIDO POPULAR SOCIALISTA

 NOTA PÚBLICA

Em razão das informações infundadas e plantadas diariamente na imprensa e nas redes sociais sobre a relação entre o comando do Partido Popular Socialista – PPS, a Secretaria de Estado da Cultura e o Governo do Estado do Maranhão, envolvendo, sobretudo, a sua maior liderança maranhense, a Deputada Federal Eliziane Gama, temos o dever de esclarecer que:

O Partido ao longo de sua trajetória sempre pautou sua atuação na defesa da ética na política, na defesa dos direitos humanos e na luta pela igualdade social.

Nossa bandeira está historicamente registrada com a nossa participação em todas as lutas lideradas por Maria Aragão, William Moreira Lima, o ex-governador Jackson Lago e o atual governador Flávio Dino, em favor de um Maranhão mais justo e igualitário para todos os maranhenses.

 O PPS sempre buscou a unidade das forças de oposição, renunciando inclusive a uma candidatura própria no pleito passado em favor da unidade das oposições, por compreender a necessidade de uma ação conjunta de todas as forças políticas progressistas em favor de outro modelo de desenvolvimento que combata o atraso, a corrupção e o “patrimonialismo” que é fruto das velhas práticas políticas entranhadas nas estruturas do Estado.

Desse modo, o Partido Popular Socialista repudia de modo veemente a sórdida tentativa de desqualificação intelectual, moral e religiosa de seus quadros e militantes, pois o PPS detém entre seus membros, pessoas com inquestionável formação técnica e política, aptas ao exercício de qualquer função pública, todas comprovadamente qualificadas pelos órgãos de controle.

 Os problemas gerados na Secretaria de Estado da Cultura não partiram do PPS. Em momento algum, a direção partidária fez qualquer indicação ou ação que pudesse contrariar o interesse público, a moralidade administrativa e os princípios éticos que são tão combativamente defendidos pelo Partido. Nem tampouco, se tentou aparelhar a instituição pública ou mesmo se utilizar de suas estruturas em favor de qualquer segmento religioso. Não é da tradição do PPS o aparelhamento da máquina pública, prática que sempre combatemos de modo veemente.

 Diante da evidência de uma orquestração que tenta desqualificar o Partido Popular Socialista junto à opinião pública, fato este até criminoso, que esconde interesses não revelados que estão para além do presente, o PPS mesmo tendo feito anteriormente a indicação da titular da Secretaria de Estado da Cultura, declara não ser mais responsável por esta.

 O PPS deseja que o Governador Flávio Dino promova o diálogo com as forças políticas que contribuíram para sua vitória e que possa realizar as mudanças tão sonhadas pelo povo do Maranhão.

Marco Aurélio D'Eça

11 Comments

  1. Ester Marques não teve competência para gerir uma Assessoria de comunicação imagina Secretária de Estado da Cultura, É alguém que faz acepção de pessoas,Legisla sempre em causa própria, enfim esta com sede no pote do fomento da Cultura.Vamos aguardar e ver este desfecho.O Governador Flavio Dibo disse que o Secretário que for pego com a mão na cumbuca sai algemado do seu governo, É a Cultura vau ter em seus cofres mais de 10 Milhões só para a folia momesca,vamos exigir a prestação de contas

  2. Pq a nobre deputada federal Eliziane Gama não joga aberto sobre o seu assessor, que estava negociando com as prefeituras e dividindo o vlr com os prefeitos.

    Deputada, procure exercer o que lhe foi garantido nas urnas….

  3. Essa deputada é muito confusa, porova com isso que não sabe escolher secretário .

  4. Flavio simplesmente mentiu para os pepesistas!!! mentiu em 2012 quando publica regras para ser seu candidato a prefeito e já tinha negociado com seu prefeito fantoche!
    mas essa mentira agora foi mais covarde pediu uma indicação negando quase todo o quatro partidário e vez indicada Ester, ela foi coaptada pelo próprio governo! GOVERNADOR MENTIROSO DO MARANHÃO

  5. ELIZIANE GAMA ESTAR SENDO UMA VERGONHA MESMO COM TODOS OS VOTOS E SEM ASSUMIR SEU PRÓXIMO MANDATO DE DEPUTADA PARECE QUE SUA AMBIÇÃO ATROPELA E ENGOLE TODAS PROMESSAS DE CAMPANHA FICO DESCONFIADO ATÉ MESMO DA POSTURA EVANGÉLICA QUE ELA DIZ SER VEJO ESTE ANO DE 2015 UMA ELIZIANE COM POUCO TRABALHO E DESEMPENHO EM BRASILIA MAIS LOUCA E AMBICIOSA PARA SER NA MARRA CANDIDATA PARA A PREFEITURA DE SÃO LUIS EM 2016.PODEM ACOMPANHAR A PARTIR DESTE CASO ENROLADO DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO AINDA VEREMOS MAIS AGUARDEM.

  6. É … Meu caro esse jogo de poder tem sido jogado com destreza de maquiavel por quem o detém hoje. E não é de hoje que aliados ou opositores são peças circunstanciais que dependendo do cenário mudam de valor. Hoje o cenário é outro quem foi aliado já é visto como opositor , o valor é outro o tratamento é outro. Amanhã qual cenário teremos ? Quem será caça e quem caçador? Só os próximos 1,2,5,10,20 anos irão dizer apesar de brincarmos com conjecturas muitas vezes a realidade até surpreende aqueles que são considerados os donos do poder.Então quem viver ou melhor sobreviver verá e terá essa resposta.Um abraço meu amigo.

  7. Marcos,
    Se Ester só está secretaria porque foi indicação de Eliziane e agora ela não tem mais o apoio de Eliziane qual o sentido em mantêm-la na secretaria? Não seria a hora do Governador chamar alguém do seu grupo político, (ele tem dois bons nomes que inclusive foram cogitados antes da Ester) que lhe apoiaram e acabar com essa confusão? Politicamente ele ganharia com essa decisão, pois muita gente que apoiou Flávio não engole a indicação de Ester, que politicamente não representa nada perto de Eliziane que tem votos e carisma. O governador matava dois coelhos de uma só cacetada.
    Mário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *