2

Edilázio pede ao TCE lista de serviços da BR Construções…

Edilázio quer desmascarar falsificação de documentos em favor de empresa do esquema Detran

O deputado Edilázio Júnior (PV) solicitou ontem, por meio de requerimento à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, informações sobre os serviços prestados pela BR Construções LTDA. a prefeituras e órgãos públicos no ano de 2014.

Falei e reafirmo que essa empresa foi criada única e exclusivamente para trabalhar no Detran. E eu já desafiei aqui o diretor do Detran, doutor Nunes, o governador Flávio Dino, quer que seja, que mandem um histórico dessa BR Construções. Eu quero que me desmintam, eu quero quebrar a minha cara, eu quero que alguém me mostre onde essa BR Construções, deputado Fernando Furtado, já trabalhou na vida. Foi criada única e exclusivamente para o Detran – Edilázio Júnior

O parlamentar suspeita que a empresa foi criadas às pressas, apenas para se beneficiar de contratos no Detran – em esquema montado no governo Flávio Dino (PCdoB) para beneficiar doadores de campanha.

E quer responsabilizar, também, a Prefeitura de Fernando Falcão e uma outra empresa, a Construtora Cardoso – ligadas ao mesmo esquema – que atestaram “serviços” da BR.

Mesmo que o Requerimento não seja aprovado na Assembleia, Edilázio diz que vai requerer as informações como cidadão.

– Quero que o TCE encaminhe informações sobre qualquer tipo de serviço que esta empresa tenha prestado. Se trabalhou em Fernando Falcão, tem que estar na prestação de contas – disse.

Caso confirme suas suspeitas, o deputado pretende acionar  o prefeito de Fernando Falcão, Adailton Cavalcante por falsificação de documento público.

– Vai responder criminalmente por improbidade. Está atestando algo que não houve em seu município. E, se houve, não colocou na prestação de contas – afirmou o deputado.

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Caramba!
    Não tenho visto nos blogs uma só opinião em defesa do goverfno do Estado, da sua forma de administração pública. Será que todos os leitores se uniram para apontar falhas na gestão do novo governo? Será que há alguém pagando tanta gente assim só para discordar do governo Dino?
    O Maranhão hoje é um estado que só aparece nos telejornais nacionais com notícias desabonadoras sobre tudo – da política, passando pela corrupção crescente, com escala nas dispensas de licitação, transbordo em folhas extras de pagamento, as chamadas folhas santas, e com pouso no nepotismo e nomeação de fichas-sujas e apaniguamento para os protegidos do governo…

    Todos se perguntam: onde estão as tão prometidas mudanças para melhor? Onde está o melhor? Nas dispensas de licitações? Nas nomeações de fichas-sujas? No protecionismo a firmas de amigos? Na contatação de serviços tercdeirizados? Onde O povo só que saber e sentir as diferenças, as mudanças, para ficar feliz e consciente de que, de fato, mudanças estão acontecendo no novo governo… mas o pior é que ainda não se viu nada de diferente das práticas antes condenadas veementemente pelo novo governo…

    Gente, esse governo ainda não fez quatro meses e já conta com uma montanha de denúncias digna de compareção em tamanho ao monte Everest, só para lembrar o infortúnio do povo nepalês.

    O INFORTÚNIO DOS MARANHENSES NÃO SE COMPARA EM TERMOS DE DESTRUIÇÃO DE BENS MATERIAIS, mas de uma gestão administrativa que parece estar com uma venda nos olhos para o malfeito 24 horas por dia, e com algum protetor de ouvidos para não escutar o clamor popular pelas redes sociais e blogs, já que no Maranhão, como todos sabem, só existem 3 tipos de greve: a dos professores, dos rodoviários e dos militares.

    A sociedade civil maranhense deveria tomar aula de cidadania com as donas de casa mineiras, verdadeiros fiscais da administração pública e do controle de preços, para aprender como reivindicar seus direitos, e não apenas se limitar a reclamações em conversas de bar ou de salão de beleza.
    A sociedade maranhense, pelo que se vê ao longo de muito tempo, nunca soube reivindicar nada. Foram às ruas algumas centenas de manifestantes para protestar contra a corrupção desenfreada do PT, da roubalheira, da má gestão da economia… Mas isso porque “a coisa” chegou a um nível insuportável de roubalheira, que já levou o país pro buraco. Fora disso, é o caso de todos nós nos questionarmos: o que o povo maranhense faz para reivindicar seus direitos e ser respeitado pelos governantes de plantão? NADA, minha gente, essa é a verdade.

    Não é hora de o povo ir pra rua clamar contra esses desmandos iniciais para impedir sua proliferação ao longo de todo o mandato de 4 anos?

    Raphael Vilhena

Deixe uma resposta para Raphael de Avelar e Vilhena Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *