4

Morte de Kaapor pode envolver políticos…

Conflitos entre kaapor´s e madeireiros são constantes no interior maranhense

1500

Há uma morte suspeita de que o assassinato do índio Alberto Kaapor tenha ligações com a classe política maranhense.

O líder indígena Euzébio Kaapor foi alvejado com dois tiros nas costas na madrugada da última terça-feira (28), no povoado Buraco do Tatu, que fica a 40 km do município de Santa Luzia do Paruá.

Há meses ele vinha sendo ameaçado de morte por madeireiros e líderes políticos da região do Alto Turi maranhense.

Alberto chegou a comunicar o secretário de Direitos Humanos do governo Flávio Dino (PCdoB), Chico Gonçalves, de que estava sendo ameaçado de morte.

Mas nenhuma ação do governo foi feita para evitar o assassinato.

Fontes da Secretaria de Segurança garantem haver ligações entre a morte do índio e a relação de madeireiros e políticos na região de Santa Luiza e outros municípios.

Nem mesmo a Polícia Federal, tão ciosa em investigar tolices relacionadas aos indígenas, entrou ainda na investgiação da morte do índio.

O clima ´de tensão na região…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *