9

Gestora da Marly Sarney causa pânico com lista de demissões…

16/11/2012. Crédito: Honório Moreira/OIMP/D.A Press. Brasil. São Luis - MA.Francisco Carlos de Araújo, de 43 anos, invade maternidade Marly Sarney e é flagrado beijando seios de paciente,

16/11/2012. Crédito: Honório Moreira/OIMP/D.A Press. Brasil. São Luis – MA.Francisco Carlos de Araújo, de 43 anos, invade maternidade Marly Sarney e é flagrado beijando seios de paciente,

Funcionários da Maternidade Marly Sarney foram surpreendidos, neste sábado, 09, com um chamado ao departamento de recursos humanos do Instituto Acqua, o novo gestor da unidade de Saúde.

O diretor-administrativo André Gustavo se pronunciou dizendo que quem não estivesse na relação apresentada teria que aguardar uma nova análise de curriculum.

Eram as demissões começando a chegar.

No início do governo Flávio Dino, o ex-secretário Ricardo Murad denunciou que, pelo menos 12 mil estavam ameaçados de demissão pela nova gestão da Saúde. Tanto o secretário Marcos Pacheco quanto o próprio governador Flávio Dino (PCdoB) tentaram desmentir Murad.

Mas a verdade agora começa a se impor. E o choro e ranger de dentes, hoje, foi na Marly Sarney.

E ainda há outras unidades na lista…

Marco Aurélio D'Eça

9 Comments

  1. tudo que está acontecendo é verdade.não sabemos os critérios para dispensa. a nova empresa pede um monte de documentos e não dá tempo,pra ninguém correr atrás. acho que é a forma para dispensar mais gente.

  2. Meu amigo, aqui na marly sarney quem mandando é a coordenadora de enfermagem e o Luis Henrique que ficaram a cargo de tirar as pessoas para a direção que é omissa. Aqui tem vários funcionários chorando, venha até a unidade para ver o caso e sem falar que já estão falado em paralisação dos serviços.

  3. Muito vergonhoso esse é o governo da mudança, Flávio Dino demitir país e mães de família que trabalham com dificuldade e ganham pouco lembrando que política tem prazo de validade 2018 não está longe passa rápido.

  4. Me lemboro quando a Roseana tirou o Jackso lago , emissarios de Ricardo Murad, percorriam as unidades de saúde diazendo a seguinte coisa:
    Pessoal ligado a Jackson Lago era para demetir ate a quinta geração.
    ee agora vcs blogueiros vem contestar o que esta acontecendo
    Vcs estão berrando mais que bode quando vser capado.

  5. Normal,afinal no Brasil quem não é concursado depende de um padrinho político.Agora é a vez daqueles que foram perseguidos por ricardo murad.

  6. Marco,
    A área de saúde é uma prestação de serviços mais do que sensível, pois requer mão de obra qualificada, que não se consegue da noite pro dia. Assim, demitir funcionários qualificados, só porque não estão politicamente alinhados ao novo governo, é cometer um crime grave contra a saúde pública.

    Todos sabemos que do técnico de enfermagem, passando pela auxiliar de enfermagem e até chegar á enfermeira é um longo caminho a percorrer. E todos sabem que o Maranhão é muito carente na área de saúde. Ou seja, não há profissionais em número suficiente para atender à demanda de hospitais federais, estaduais, municipais, casas de saúde, prontos-socorros, UPAs, postos de saúde, etc. Então, demitir toda essa gente para colocar quem no lugar? Há assim tanta gente qualificada, apadrinhada do novo governo, capaz e pronta para assumir seus postos, sem solução de continuidade da qualidade do trabalho? Duvido muito.

    Decidir questões de saúde, colocando-se à frente do interesse coletivo o interesse político, é uma questão mais do que temerária. E os gestores da Maternidade Marly Sarney devem levar em consideração a saúde pública, repito, e não o interesse político-partidário.

    RAPHAEL VILHENA

  7. meu amigo a situação ta pior no socorrão de presidente dutra, la ja faz tempo que nego ta sendo demitido e não a contratação de ninguem, triste de quem precisar dos serviços daquele hospital sem contar que o diretor (adesão de ultima hora) orny lima filho do mousinho vive apontando o dedo pra demitir quem ele não gosta,muitos eleitores do proprio flavio dino ja foram demitidos por esse poço de arrogançia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *