3

Dino e Zé Reinaldo: a relação já não é a mesma…

Responsável pela introdução do comunista na carreira política,o ex-governador está cada vez mais distante do afilhado, e vê seus indicados perderem espaços no governo

 

O sorridente José Reinaldo da foto, é hoje só ressentimentos de Flávio em Brasília (imagem: Felipe Klamt)

O sorridente José Reinaldo da foto, é hoje só ressentimentos de Flávio em Brasília (imagem: Felipe Klamt)

O ex-governador e hoje deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB) praticamente não vem mais ao Maranhão, desde que assumiu sua vaga em Brasília.

E quando vem, mantém-se afastado das ações políticas do governador Flávio Dino (PCdoB), de quem foi o principal fiador pela entrada na vida pública.

Zé Reinaldo ressente-se dos rumos que o governo comunista tomou e, principalmente, do esvaziamento que sofrem seus dois principais indicados – o sobrinho Marcelo Tavares, na Casa Civil, e a secretária de Planejamento, Cynthia Mota, (Releia aqui)

O primeiro se deixou atropelar pelo chefe da Articulação Política, Márcio Jerry; a segunda tem desempenho fraco no posto, na visão do governador.

E a tendência é que a relação fique ainda mais distante, com a decisão de Dino de operar algumas mudanças no secretariado.

E Zé Reinaldo vai ficar vendo tudo só de Brasília…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Zé Reinaldo foi até preso por construir estradas e pontes fantasmas para eleger Flavio Dino, através de voto de curral, resultado: ingratidão

  2. Se Flávio tivesse ouvido o Zé Reinaldo a cultura não estaria essa merda que tá. Não houve um secretario de cultura melhor que francisco padilha. Basta lembrar do forum de cultura que ele realizou, que foi super democrático e ele não manipulou nada, permitiu o acesso de todos, principalmente do interior do estado e acatou o que nós decidimos na plenário. Super educado e recebia todos que procuravam a Secretaria. Ainda há tempo Flávio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *