0

Humberto Coutinho deve deixar o PDT…

Presidente da Assembleia pretende disputar o Senado em 2018, e sabe que terá pouco espaço diante da liderança do deputado federal Weverton Rocha entre os pedetistas; ele estuda entrar no PSDB ou no PPS

 

Coutinho e Weverton: o PDT ficou pequeno para os dois

Coutinho e Weverton: o PDT ficou pequeno para os dois

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho, deve oficializar nos próximos dias a saída do PDT, partido em que está há mais de oito anos.

Pesa na decisão a disputa pelo Senado em 2018.

Coutinho pretende ser o principal candidato à Câmara Alta na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB), mas sabe que o deputado federal Weverton Rocha – em franca ascensão política – também sonha com o mesmo posto.

Rocha e Coutinho, inclusive, conversaram sobre a disputa há algumas semanas, e a conversa também pesou na decisão de o deputado deixar a legenda.

O caminho mais provável do presidente da Assembleia é o PSDB, mas não se descarta, também, sua transferência para o PPS, hoje comandado pela deputada federal Eliziane Gama.

Embora seja um dos principais aliados do governador Flávio Dino, a presença de Coutinho no PPS seria uma garantia à própria Eliziane de que o partido ficará com ela em 2016, mesmo que a deputada se transfira para a Rede Sustentável.

As movimentações partidárias devem continuar intensas até a próxima sexta-feira, dia 2, quando termina o prazo de troca de partido para quem pretende disputar as eleições de 2016.

 

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *