3

Roberto Freire veta aproximação do PPS com Holandinha…

Presidente nacional se antecipou ao grupo de Paulo Matos e disse que o apoio ao prefeito de São Luís depõe contra o próprio partido e contra seus dirigentes

 

Os pepessisitas que forma a Dino/Jerry: desautorizados por Freire

Os pepessisitas que forma a Dino/Jerry: desautorizados por Freire

O presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP) criticou ontem a tentativa de alguns dirigentes da legenda de se aproximar do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

– Não vejo muito sentido em se mudar o posicionamento do PPS agora, só por causa da saída da deputada Eliziane Gama. Isso inclusive depõe contra o próprio partido e contra os demais dirigentes. Quer dizer então que era Eliziane quem mandava no PPS e que após a sua saída o partido muda o seu posicionamento? – questionou o parlamentar.

Liderados pelo ex-presidente Paulo Matos, um grupo de popular-socialistas estiveram segunda-feira, 6 no palácio dos Leões, oferecendo-se ao governador Flávio Dino (PCdoB), numa movimentação imediata à saída de Eliziane Gama.

Freire com Eliziane e Wellington: apoio a quem tem voto

Freire com Eliziane e Wellington: apoio a quem tem voto

O grupo não contou com o apoio do único deputado estadual do partido, Wellington do Curso – único legitimado pelo voto entre os popular-socialistas – que parece ter o apoio de Freire.

– Tenho visto o deputado se destacar no parlamento, principalmente na oposição ao prefeito, mas ainda não conversamos sobre o tema. Já em relação à situação do partido, de se manter na oposição, fico ao lado de Wellington – afirmou o presidente nacional.

Simples assim…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Não conheço nenhum partido que segue arrisca as determinações nacionais em todos os Estados, cada um faz o que é melhor pra si em sua região, o que menos importa é a ideologia partidária. hahaha.

  2. Assim como a nível nacional, o PPS não tem importância alguma no cenário político, só sabe produzir discurso de ódio e golpismo na população… Agora sem Eliziane no partido, pode até acabar com a legenda aqui no Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *