3

Para Fábio Macêdo, há avanços no setor da Saúde no estado…

macedoO governador Flávio Dino, junto como Secretário Marcos Pacheco, não tem medido esforços para melhorar cada vez mais a saúde em nosso estado. A prova disso está nos índices, atualmente nossos pacientes, aqui do Maranhão, tem procurado cada vez menos os serviços de saúde do Piauí, registrando apenas entre 3% e 5%, o total de atendimentos no Hospital de Urgência de Teresina. Há cinco anos, esse número era de 20%. Isso mostra um grande avanço e o compromisso desta gestão em garantir serviços de qualidade e com eficiência aos maranhenses. Sabemos que a saúde não ainda não está do jeito que sonhamos e que o povo precisa, mas aos poucos as melhorias tão desejadas estão se tornando realidade”,

Fábio Macêdo, no auditório da Faculdade de Educação São Francisco, na reunião da Comissão Intergestora Regional de Pedreiras

O evento reuniu secretários municipais de saúde do Médio Mearim para discutir junto ao Secretário Estadual de Saúde, as demandas da região, expondo os problemas e trazendo soluções para melhorar os serviços ofertados a população dos municípios de Pedreiras, Trizidela do Vale, Lima Campos, Bernardo do Mearim, Lago dos Rodrigues, Lago da Pedra, Igarapé Grande, Lago do Junco, Esperantinópolis, Lagoa Grande do Maranhão, Poção de Pedras, São Raimundo do  Doca Bezerra e São Roberto.

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Isto é uma piada , ele está acabando com a saúde do MA, é só perguntar para qualquer pessoa da área da saúde para saber o que acham dele , fraco , péssimo , falso
    Fazendo política na secretaria de saúde
    Acorda governador
    Converse com uma pessoa isenta , para saber como está a saúde

  2. Não queria nem rir…
    Dois espertos, quem vai passar a perna em quem?…

  3. tem procurado pouco por que o piaui não atende mais os casos de maranhenses que fazem procissão a Teresina, so mesmo aos olhos de um cego que acha que a saude ou qualquer outro setor desse governo incompetente teve melhorias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *