2

Precisa isso, doutora?!?

A juiza tentando convencer os condenados: será que eles atendem?

A juíza tentando convencer os condenados: será que eles atendem?

A imagem acima mostra a juíza Ana Maria Vieira, da Vara de Execuções Penais, em reunião com os detentos de Pedrinhas que ganharam o direito de passar o Dia das Crianças com a família. A juíza estava acompanhada do promotor Marco Aurélio e do Defensor Bruno Dixon. Os 337 beneficiados assinaram um termo de compromisso. Parece ter sido a primeira vez que isso acontece – o que leva a crer numa preocupação da magistrada nos riscos de botar este povo nas ruas. E não for a primeira vez, diante dos números de detentos que não voltam, o blog faz outra pergunta: adianta alguma coisa este compromisso?!?

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Esse tipo de “palestra” de juízes e promotores, que trabalham com execução penal, com os presidiários beneficiados com a Saída Temporária acontece há muitos anos e em todo o Brasil… Não é nenhuma novidade! E os “policiais” presentes na cena, são na verdade agentes penitenciários que trabalham nas unidades prisionais normalmente…

    Rsp.: E precisa esse armamento todo? Ou os “armamentos” também estão entre aspas?

  2. Na verdade, o que mais chama a atenção não é a palestra, e sim o aparato policial atrás.
    Se ela concedeu a liberdade, para convívio em sociedade, por que tantos policiais para escolta-la?

    rsp.: KKKK bem observado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *