8

Márcio Jerry; sempre ele…

Depois de passar  o primeiro ano de mandato fortalecendo o auxiliar com cargos e recursos, governador Flávio Dino já acena com aumento de 100% no orçamento de sua pasta para 2016, mostrando quem é, de fato, o homem que manda no governo

 

Dino e Jerry: um foi eleito para outro mandar

Dino e Jerry: um foi eleito para outro mandar

Para muitos, o secretário de Assuntos Políticos , Márcio Jerry, é o governador de fato do Maranhão.

Seu poder de influência e sua ascendência psicológica sobre o governador de direito, Flávio Dino (PCdoB), é tamanha, que o transformou num dos homens mais poderosos da história do estado – ao ponto, inclusive, de transformar, uma desconhecida família de Colinas, no interior, em estrelas ascendentes na política maranhense.

Márcio Jerry manda em Flávio Dino, e isto é fato constatado por qualquer interlocutor mais atento dos bastidores do governo.

E o poder do chefe da Articulação Política só tende a aumentar em 2016.

Por decisão do próprio Flávio Dino, o orçamento da pasta comandada por Jerry vai mais que dobrar em 2016, segundo revelou reportagem do jornalista Gilberto Léda, de O EstadoMaranhão.

Jerry comandou em 2015 orçamento de R$ 2,9 milhões; no ano que vem, terá R$ 6,7 milhões à disposição.

O detalhe é que a Articulação Política é uma atividade-meio do governo, sem pauta de investimentos e sem gastos com obras ou serviços públicos.

Leia também:

O poderoso Márcio Jerry…

De como Jerry trabalha para ser prefeito sem voto em 2018…

Por intermédio da mulher, Jerry ganha mais força no governo…

Na verdade, Jerry comanda, já neste ano, orçamento ainda maior que os R$ 6 milhões de 2016.

Para isso, Dino decidiu-se por duas suplementações ao companheiro – a primeira de R$ 2 milhões e a outra de R$ 1,2 milhão, o que totaliza pouco mais de R$ 7 milhões em 2015.

Os aportes levam a crer a mesma coisa deverá ocorrer também no ano que vem.

Em 2004, no auge do poder da então primeira-dama Alexandra Tavares, no governo José Reinaldo Tavares – inventor do próprio Flávio Dino – foi perguntado ao governador o que ele achava da interferência direta a mulher em sua administração.

– Eu quero é que ela mande mais – respondeu Tavares, hoje separado de Alexandra.

Resta saber se, perguntado a mesma coisa, Flávio Dino responderá igual ao padrinho político…

Marco Aurélio D'Eça

8 Comments

  1. O QUE SE VÊ SÃO PRÁTICAS SENDO REALIZADAS IGUAIS AS QUE ELES, EM UM PASSADO NÃO MUITO DISTANTE, CRITICAVAM PESADAMENTE! ESTÃO FAZENDO O QUE ANTES CRITICAVAM!!!!
    AINDA BEM QUE AS MÁSCARAS SEMPRE CAEM…..

  2. competente, arrojado mas acima de tudo, o homem que liderou a derrota da ultima quadrilha oligarca desse país…
    #marciogovernador
    talvez tu te enforque de vez…

  3. Márcio Bofe Jerry já tá fazendo caixa pra sua campanha de deputado federal.

  4. INTERESSANTE! ENTÃO O GOVERNO VAI BEM FINANCEIRAMENTE AO CONTRÁRIO DO QUE VEM PREGANDO.
    É FD DESMENTINDO FD!!

  5. Para aqueles que se arvoram contra o trecho que fala sobre uma “desconhecida família de Colinas”, gostaria que explicassem essa ascensão meteórica sem o investimento da máquina estatal.
    Talvez estejamos diante de, tal o filho do Lula, uma família de “Ronaldinhos” da política.

    Resp.: É curioso mesmo que só agora esta família aparece para o cenário estadual. É Jerry que engancha, como já disse este blog.

  6. O termo familia usado perojativamente por esse jornal só mostra a visão patrimonialista q esse jornal tem do que é a politica. Politica é instituto da democracia e n âmbito privado para q familias se apoderem como se fossem reis e rainhas. Ridiculo.

  7. de transformar, uma desconhecida família de Colinas, no interior, em estrelas ascendentes na política maranhense… Quer dizer que na sua cabeça somente pode participar da “politica maranhense” quem é descendente de famílias de nomes como sarney, murad e lobão???? coloque argumentos nos seus textos. A politica desenvolvida por Flávio dino incomoda, pois está enterrando práticas obscuras, famílias que nunca sequer trabalharam um dia na vida e possuem patrimônios faraônicos. Simples assim.

    Resp.: tsc, tsc, tsc, tsc, tsc, tsc, (com cara de enfado)… para analfabetos funcionais eu nem sequer respondo mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *