2

PM convoca até membros da banda para ação de reintegração…

Emprego de policiais não treinados para este tipo de ação pode levar a situações graves, como a que ocorreu em junho, quando um jovem foi morto durante uma ação no Turu

 

exclusivo27104e0fda2c74918ade7003b7d82cb1eOs membros da banda de música da Polícia Militar do Maranhão foram surpreendidos nesta terça-feira, 13, com uma convocação do seu comandante para que eles participem de uma ação de reintegração de posse no município de Paço do Lumiar. 

O documento chamado “Parte” – de nº 106/15-BM/AjG – foi encaminhado pelo regente da banda, capitão José de Jesus Pereira, ao coronel Carlos Augusto Castro Lopes, sub-chefe do EMG da PM; e relaciona 10 praças da banda, entre sargentos,  cabos e soldados, para a ação na MA-204, na Maioba.

Especialistas em Segurança Pública alertam que devem ser usados em ações urbanas com risco de confronto apenas policiais treinados para tal, como os membros do Batalhão de Choque, por exemplo.

Militares de Banda de Música são os chamados soldados especialistas, que não estão aptos ao emprego da força urbana.

O corpo de Fagner dos Santos, morto em ação mal planejada da PM

O corpo de Fagner dos Santos, morto em ação mal planejada da PM

No mês de junho, o uso de policiais não aptos resultou na morte de um jovem, durante uma reintegração de posse, na região do Turu. (Releia aqui)

Depois da gravidade do caso, os comandantes da PMMA trataram de se esquivar das responsabilidades, jogando dois cabos ao linchamento público.

Desta vez, no entanto, o documento publicado neste blog mostra a responsabilidade dos oficiais comandantes.

Agora é torcer para que nada de grave possa acontecer…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *