7

As mudanças que Flávio Dino quer….

Governador vê com decepção as ações de auxiliares na Segurança, na Comunicação e na Saúde, e já tem até nomes de substitutos, mas não consegue implementar a troca por questões extra-governo

 

Pacheco ao lado do governador: o semblante de Dino mostra o que ele pensa da gestão na Saúde

Pacheco ao lado do governador: o semblante de Dino mostra o que ele pensa da gestão na Saúde

Pelo menos três auxiliares estão na alça de mira do govenador Flávio Dino (PCdoB), dez meses após ele assumir o comando do Maranhão.

O médico Marcos Pacheco, na Saúde, o radialista Robson Paz, na Comunicação, e o delegado Jefferson Portela, na Segurança Pública mostram desempenho pífio e incapacidade de gestão; e Dino já cobrou por mudanças.

À frente da Saúde, Pacheco conseguiu a façanha de destruir todo o trabalho de excelência implantado no setor pelo ex-secrfetário Ricardo Murad. As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão sucateados, os hospitais de referência, como o Geral, o Carlos Macieira e o PAM-Diamante, voltaram a ser meros ambulatórios. Os serviços especializados foram encerrados.

Nem os medicamentos especiais são hoje encontrados na FEME, que também tinha padrão de excelência na gestão passada.

Para o lugar de Pacheco Flávio Dino quer Natalino Salgado, ainda reitor da Ufma.

Márcio Jerry com seu afilhado, Robson Paz: "carregador de piano que não sabe tocar"

Márcio Jerry com seu afilhado, Robson Paz: “carregador de piano que não sabe tocar”

Outro que não tem aptidão para o comando é Robson Paz, na Secom. Tímido, pouco relacionado e sectário, não consegue avançar na comunicação do governo e é constantemente criticado por Dino. Para o posto, o governador quer o publicitário Juliano Corbellini, que diz aos mais próximos já ter sido convidado pelo menos quatro vezes.

Tutor do atual secretário, o próprio homem-forte do governo, Márcio Jerry, classifica o afilhado como “carregador de piano, que não sabe tocar”. Mas resiste ao nome indicado por Corbelini, o do também publicitário Daniel Merlin, outro que trabalhou na campanha.

Dino quer aguardar 2016 para efetivar a mudança na Secom, mas o desgaste da gestão pode precipitar a troca.

Portela com Rubens Júnior: de panfleteiro a secretário por opção do PCdoB

Portela com Rubens Júnior: de panfleteiro a secretário por opção do PCdoB

O setor de Segurança Pública tornou-se o calcanhar-de-aquiles da gestão dinista sob o comando do delegado e militante do PCdoB, Jefferson Portela. Escolhido unicamente por carregar bandeiras na campanha do comunista, Portela já demonstrou absoluta inaptidão para o comando da pasta.

Há denúncias de que o sistema serve hoje apenas para perseguir adversários do próprio Dino, enquanto a população sofre com assaltos constantes a bancos, explosões de caixas eletrônicos e assassinatos nos grandes centros.

Nem o serviço de inteligência da polícia – voltado apenas para o monitoramento de adversários – consegue detectar a ação de bandidos, deixando toda a população exposta.

O problema é que Flávio Dino não tem um homem de confiança para o setor da Segurança, o que impede a troca de Portela.

Mas o próprio governador reconhece que estes três setores precisam de urgente injeção de ânimo.

Sob pena de afundar ainda mais o seu governo…

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. A classe da saúde toda fala que esse Marcos Pacheco não entende nada
    Agora de colocar seus amigos na saúde em cargos isso ele entende
    A bomba ainda vai estourar !!!!

  2. ele está esquecendo do secretário da administração penitenciaria, que é um verdadeiro idiota nas mãos da secretaria adjunta.

  3. marco deça kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    tsc,tsc,tsc com cara de enfado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Bom isso não são previsões são analises do que esta acontecendo. Eu acredito no Governador e acho que ele anda pensando muito nesta pasta seria um erro não pensar, acho a opção do Reitor Natalino Salgado boa tem conhecimento, e ja mostrou que sabe fazer tem os problemas que todos tem. Sobre o titular da pasta de comunicação até agora demonstra somente inexperiência para o cargo e que não poderia acontecer pois tem muito conhecimento, o problema é que no Governo experiência não se da tempo as coisas são imediatas. Segurança Pública como ja falei antes nosso delegado na ponta é muito bom agora Gestão tem que ta preparado ainda mais no Estado e não da tempo espero que as mudanças aconteçam e isso é normal é a dinâmica da governabilidade e nosso Governador deve ter seus auxiliares preparados e esse negocio de perseguição acho isso teoria da conspiração e perda de tempo.

  5. Adoro vê tuas previsões de mãe DINÁ. não acerta um. hahahahahaahahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *