3

A incrível história de Luna Lua…

lunaDo blog Ei, Bichinhos!

Meu nome hoje é Luna Lua… passei muito tempo sem ter nome… não sei ao certo se algum dia tive algum mesmo… algumas pessoas, pelo meu comportamento educado, acham que eu já tive uma família…

Eu fui durante muito tempo, uma triste andarilha, só, triste, dodói… eu andava, andava sempre…

Sempre vaguei pela Litorânea, pela Ponta do Farol e aquelas adjacências.

Algumas vezes conseguia comer, mas na maior parte do tempo, eu passava fome!!

Era assim todos os dias… as vezes, um desses anjos que alimentam bichinhos de rua iguais a mim, me dava ração e água e era tão bom, até carinho eu ganhava algumas vezes…

Mas eu tinha medo, nunca sabia se poderia de repente levar um chute de alguém, por isso continuava vagando pelas ruas.

As vezes eu passava dias sem encontrar esses anjinhos que me davam comida e, tinha que me virar pelas ruas. E assim o tempo ia passando e eu aos poucos percebia que estava morrendo…

Eu me sentia fraca, minha pele começou a escurecer muito, meus pêlos caíam… eu já não tinha mais esperança de salvação para mim.

A vida nas ruas não é fácil não, dormia e acordava sempre sozinha… a gente sente medo, dor, tristeza e não tem a quem recorrer.

As vezes encontrava outros amiguinhos abandonados iguais a mim, ficávamos por ali perto da praia, mas depois eu ia embora e começava a andar… eu andava muito! Era como se eu precisasse procurar algo que nunca conseguia encontrar!

Me lembro de alguns rostos humanos que passaram por mim, eram pessoas boas que me davam comida e me olhavam com compaixão.

Alguns humanos conseguem enxergar dentro dos nossos olhos… muitas vezes senti que poderia haver esperança para mim… e houve!! Continue lendo aqui…

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Emocionante. Chorei. Obs: faço a mesma pergunta do Evandro: como faço para entrar em contato com a protetora da Luna Lua? pois eu quero fazer uma doação.

    Resp.: O blog Ei, Bichinhos dá as referências…

  2. O amor aos animais é incondicional, parabéns a pessoa de bom coração que salvou a cadelinha.

  3. Uma história linda, que reproduz apenas um caso dentre tantos de bichinhos abandonados, mas que toca na alma de todos que têm no seu coração sentimentos pelos animais. De fato os protetores são anjos; fadas… Contudo, ainda são dependentes de recursos financeiros para materializar as suas boas ações. Fiquei triste ao observar que, infelizmente, não haviam comentários sobre a matéria. Rogo ao Grande Arquiteto do Universo que, por a matéria ser reprodução daquela posta no blog Ei, bichinhos, lá tenha recebido a devida atenção, e que o pedido de socorro venha. Gostaria de ajudar de alguma forma. Como faço para entrar em contato com a protetora da Luna Lua? Parabéns por sempre achar um tempo para postar coisas relativas aos nossos amigos de quatro patas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *