1

Até tu, Aderson Lago?!?

Documento da Polícia Federal publicado por Luis Pablo mostra que o pai do secretário de Transparência do governo Flávio Dino recebeu dinheiro de uma empresa  prestadora de serviços quando era chefe da Casa Civil do governo Jackson Lago

 

Aderson Lago: poupado pela PF?!?

Aderson Lago: poupado pela PF?!?

Ao contrário do que se pensava, a Polícia Federal não investigou os contratos da Secretaria de Saúde do Maranhão apenas no período de 2010 a 2013.

Embora os delegados que comandaram a operação “Sermão aos Peixes” tenham limitado suas ações apenas a este período, eles tinham elementos para ações ostensivas – e até para pedidos de prisão – contra membros do governo Flávio Dino (PCdoB) e até do governo Jackson Lago (PDT), que durou de 2007 a 2009.

Um destes personagens é o ex-deputado e ex-chefe da Casa Civil Aderson Lago, segundo revelou hoje o blog de Luís Pablo.

De acordo com Pablo, quando era chefe da Casa Civil, Aderson Lago recebeu em sua conta dinheiro da empresa Serviços de Diagnostico Médico Por Imagem São Luís Ltda. (Leia aqui)

O documento da PF sobre Aderson Lago (blog do Luis Pablo)

O documento da PF sobre Aderson Lago (blog do Luis Pablo)

Os sócios da empresa foram presos, mas Aderson Lago, que é pai do secretário de Transparência do governo Flávio Dino, o advogado Rodrigo Lago, parece ter sido poupado na operação pela Polícia Federal.

Documentos da PF que vazaram à imprensa já mostraram que o secretário Marcos Pacheco – atual titular da Saúde – também envolveu-se com os sócios do Instituto Cidadania e Natureza. (Releia aqui)

As novas revelações do caso mostram que a Polícia Federal, se quisesse, tinha elementos para ampliar as investigações da operação “Sermãos aos Peixes” também para os governos Jackson Lago e Flávio Dino.

Mas a pergunta insiste em continuar: por que apenas o período 2010/2013 interessa aos delegados?!?

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. É PORQUE NESSE PERÍODO DE 2010 A 2013 , QUEM GOVERNAVA O ESTADO , ERA A CORRUPTA DA TUA PATROA, ROSENGANA. SIMPLES ASSIM…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *