1

“Mais IDH” é visto como exemplo de combate à pobreza…

Programa do governo maranhense foi destacado como ação positiva no 3º Seminário de Pactuação Federativa Brasil Sem Miséria, em Brasília

 

Neto Evanelsita explana aos colegas do país os projetos do "Mais IDH"

Neto Evanelsita explana aos colegas do país os projetos do “Mais IDH”

O Plano de Ações “Mais IDH” foi apresentado como um exemplo positivo de enfrentamento a problemas sociais a gestores de todo o país,durante o 3º Seminário de Pactuação Federativa no Brasil Sem Miséria, realizado em Brasília, na quinta-feira (26).

O convite para que o Maranhão fosse apresentado como exemplo aos demais estados brasileiros foi fruto do reconhecimento do Ministério de Desenvolvimento Social aos resultados alcançados no primeiro ano de gestão, quando o Maranhão ficou à frente de outros entes federativos que ainda estão articulando e planejando ações para o ano de 2016.

Em período de adversidades, os governos registram certa desaceleração em suas ações. Mas, no Maranhão, não temos tempo para isso. O nosso foco, em cada programa e em todos projetos, é continuar promovendo a justiça social e cidadania para levar qualidade de vida, principalmente para as populações mais vulneráveis. O Plano Mais IDH é a principal estratégia do Governo do Estado para superar o paradoxo de ser um estado com tantas riquezas, mas com índices sociais tão baixos”, afirmou o secretário Neto Evangelista, que apresentou o programa à plateia formada por gestores públicos de todo o país.

Os representantes do ministério ressaltam o programa maranhense

Os representantes do ministério ressaltam o programa maranhense

Todos os projetos foram apresentados durante o 3º Seminário de Pactuação Federativa no Brasil Sem Miséria, que foi uma realização do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Fórum Nacional de Secretários(as) de Estado da Assistência Social (Fonseas).

O evento reuniu representantes de órgãos do governo federal e secretários e gestores estaduais, interlocutores do Plano Brasil Sem Miséria. A programação também debateu os desafios colocados na agenda de ações para superação da pobreza e da extrema pobreza no Brasil, para o período 2016-2019.

Com informações da Secom/Governo do Estado

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Se realmente o Governador conseguir erradicar ou amenizar a pobreza no Maranhão com o mais IDH terá dado um passo gigantesco para se projetar nacionalmente e talvez ser um bom candidato à presidência do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *