0

Ou o PT ou o PSDB, mas o objetivo é claro: jogar o PMDB contra Dilma…

Ação da Polícia Federal contra lideranças do PMDB ligados aos chefes do Congresso e ao vice-presidente Michel Temer levanta suspeitas às vésperas da decisão do STF sobre o impeachment

 

Renan, Temer e Eduardo Cunha: cúpula do PMDB no alvo da PF

Renan, Temer e Eduardo Cunha: cúpula do PMDB no alvo da PF

Não há como deixar de levantar estranhezas na ação da Polícia Federal contra alguns dos principais caciques do PMDB nesta terça-feira, 15.

Se foi uma ação orquestrada pelo próprio governo Dilma Rousseff (PT), para constranger o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o tiro pode ter saído pela culatra, por que atingiu aliados do vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP), e do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Mas pode ter a ver também com os aloprados do PT, para atingir Michel Temer e constranger o PMDB a se recompor com Dilma.

Mas a operação poder tido influência até do próprio PSDB, para jogar, Cunha, Temer, Calheiros e o PMDB contra Dilma e forçar a aceleração do impeachment.

O fato é que a operação da PF causou ainda mais estragos políticos na já combalida Brasília.

Agora, é aguardar o desfecho da situação…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *