2

Edivaldo Júnior completa 8 mil unidades habitacionais entregues…

Por intermédio da Secretaria de Urbanismo, prefeito atacou o déficit habitacional em São Luís, mantendo a regularidade do programa, que teve entrega reduzida em outras capitais

 

Algumas das 5 mil unidades entregues em 2015, que totalizam 8,2 mil em três anos

Algumas das 5 mil unidades entregues em 2015, que totalizam 8,2 mil em três anos

O déficit habitacional de São Luís tem sido combatido desde o início da gestão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Enquanto o volume de entregas de habitações do Programa Minha Casa, Minha Vida tem reduzido em outras capitais por conta da crise, em São Luís, a política habitacional da gestão municipal mantém a regularidade das entregas.

Em 2015 foram 5 mil habitações entregues, totalizando 8,2 mil em três anos.

Diogo Lima e Edivaldo Júnior com uma das contempladas do programa

Diogo Lima e Edivaldo Júnior com uma das contempladas do programa

Ao contrário do que acontece em algumas capitais brasileiras, onde a desaceleração das ações no setor é uma realidade, em São Luís, as obras do programa minha Casa, Minha Vida são executadas no mesmo ritmo desde o início da nossa gestão. Assim, temos um resultado muito positivo no que diz respeito à redução do déficit habitacional em nossa capital, promovendo o direito à moradia digna e o resgate da autoestima de milhares de pessoas. Alguns fatores impulsionaram obras dessa natureza. Um exemplo é a parceria permanente da Prefeitura de São Luís com o governo do Estado”, destacou o prefeito Edivaldo.

Segundo o titular da Secretaria de Urbanismo (Semurh), Diogo Lima, outras áreas estão no plano de ação para regularização, dentre essas: Ilha da Paz, Vila União, Vila Progresso, Vila Ariri, Vila Airton Sena, Comunidade do Baixão (Jardim São Cristovão), entre outras. “Nós temos várias fases e o projeto não para. Lutamos diuturnamente para perseguir a meta do prefeito que é a entrega de 10 mil títulos”, afirmou o secretário Diogo Lima.

Beneficiária confere documentação da moradia que recebeu

Beneficiária confere documentação da moradia que recebeu

– Temos um acordo firmado entre o governo do Estado, a União, o Município, o Judiciário, através da Corregedoria Geral de Justiça, que permite a regularização por qualquer dos entes dentro do domínio. Por São Luís ser uma ilha costeira, tem áreas da União, do Estado, do Município. E por isso, tínhamos a dificuldade que foi superada com este acordo – afirmou Diogo Lima.

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. A PERGUNTA QUE FICA É:
    quantas dessas unidades habitacionais foram começadas na sua gestão?
    Ou ele até agora só entregou CONJUNTOS HABITACIONAIS começados na GESTÃO JOÃO CASTELO!?
    SE FOR na verdade ele não fez nada.

  2. Isso nao é obra Municipal
    É Obra federal
    Todo mundo sabe disse
    #euseiquevcéfraco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *