2

O que é morte violenta?!?

Ao restringir este conceito, governo Flávio Dino faz maquiagem em balanço sobre mortes em 2015 e esconde informações da população

 

O blablablá de Dino: seu governo não vê as mortes em SL

O blablablá de Dino: seu governo não vê as mortes em SL

A Secretaria de Segurança Pública inventou um novo conceito para mortes violentas durante o governo Flávio Dino (PCdoB).

Com este método, consegue manipular os números da violência no Maranhão e apresentar dados que fogem da realidade catalogada por instituições sérias de Direitos Humanos e dados estatísticos oficiais de outras fontes.

– Não houve nenhuma morte violenta no período de festas na Grande São Luís – afirmou Flávio Dino, em seu perfil nas redes sociais.

Manchete de O EstadoMaranhão: realidade no IML é outra

Manchete de O EstadoMaranhão: realidade no IML é outra

Mas as manchetes dos jornais, com base nos dados do Instituto Médico Legal, mostram outra realidade: foram 10 mortos, apenas nos primeiros dias de 2016.

Para o governo Flávio Dino apenas homicídio pode ser considerado morte violenta.

Um atropelamento não é; uma descarga elétrica fatal, também não é.

Para o governo Flávio Dino, nem mesmo um assalto em que o bandido se descontrola e mata a vítima não pode ser incluído na lista de “mortes violentas”.

É assim que o governo Flávio Dino apresenta estatística de mortes com menor número de vítimas. 

Mas os corpos estão lá, escondidos nas geladeiras do IML.

E Flávio Dino não pode fazê-los desaparecer da realidade…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Quem inventou essa metodologia para medir a criminalidade na região metropolitana de São Luís foi o governo corrupto e incompetência da tua patroa, Roseana Sarney, seu blogueiro estúpido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *