1

Políticos mantêm impunidade no Maranhão…

Tribunal de Justiça anuncia a condenação de 74 prefeitos e ex-prefeitos, sem que nenhum deles tenha, efetivamente, ido parar atrás das grades ou devolvido recursos públicos desviados

 

impunidadeO balanço anunciado pelo Tribunal de Justiça, dando conta de que 74 prefeitos e ex-prefeitos no Maranhão tiveram condenação por algum tipo de crime, nos últimos três anos, é um exemplo da impunidade na classe política maranhense.

Nenhum deles está cumprindo a pena.

A maioria das condenações é de afastamento do cargo ou exigência de devolução de recursos desviados, com aplicação de multas, com perda de direitos políticos.

Mas os inúmeros recursos de que dispõem os gestores impedem a efetiva aplicação da pena.

Na lista de condenados estão gestores e ex-gestores do porte de Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim (PV), de Barra do Corda; Jomar Fernandes (PT), de Imperatriz; Chico Leitoa (PDT) e Socorro Waquim (PMDB), ambos de Timon; Mercial Arruda (DEM), de Grajaú; Bia Venâncio e Mábenes Fonseca, ambos de Paço do Lumiar; Biné Figueiredo (PDT), de Codó; Cleide Santos e Deusdedth Sampaio, ambos de Açailândia, e Tadeu Palácio (PP), de São Luís.

Nesta lista do TJ não estão incluídas, obviamente, eventuais condenações destes mesmos gestores na Justiça Federal.

Mas todos continuam gozando de plena liberdade e sem nenhuma ameaça patrimonial…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *