8

Mesmo depois de encerrada, refinaria consome dinheiro público do MA…

Terreno onde seria construído o empreendimento consumiu, já no governo Flávio Dino, quase R$ 1,5 milhão em segurança privada e manutenção, pagos pela pasta comandada pelo secretário Simplício Araújo

 

Placa mostra de quem é a responsabilidade pela refinaria

Placa mostra de quem é a responsabilidade pela refinaria

Pesadelo do governo Roseana Sarney (PMDB), e objeto de politicagem do atual governador Flávio Dino (PCdoB) durante a campanha eleitoral de 2014, a refinaria Premium de Bacabeira, empreendimento fracassado da Petrobras, continua consumindo dinheiro público do Maranhão.

Contrato mostra valor da vigilância do terreno abandonado

Contrato mostra valor da manutenção de vias do terreno

E o próprio Flávio Dino aceita pagar a conta, como revelou nesta quarta-feira, 24, o blog de Neto Ferreira.

Só em 2015, a Secretaria de Indústria e Comércio, chefiada pelo ex-deputado Simplício Araújo (SDD), um dos que mais tripudiaram sobre os prejuízos para os cofres do Maranhão, gastou exatos R$ 1.431.712,23 para vigiar o terreno em Bacabeira. (Veja prints dos contratos)

Leia também:

Hildo Rocha critica omissão de Flávio Dino sobre refinaria…

Prejuízo com refinarias chega a R$ 3 bilhões…

Weverton propõe ações por indenizações da refinaria…

Outros milhares de reais são pagos para vigilância

Outros milhares de reais são pagos para vigilância

Foram R$ 462.803,52 pagos à Manancial Segurança Privada Ltda., com dispensa de licitação, por serviços de vigilância motorizada e armada no terreno, durante 90 dias.

Simplício Araújo dispensou licitação também para contratar a Ágil Construções e Serviços Ltda., por R$ 968.908,71 para manutenção de vias do local.

Flávio Dino e sua turma, que ora governam o Maranhão, passaram quase quatro anos criticando a implantação da refinaria, e aproveitaram o anúncio do fim do empreendimento para cobrar de Roseana responsabilidades pelos prejuízos aos cofres públicos do Maranhão.

Agora se vê que o mesmo Flávio Dino continua dando prejuízos aos cofres públicos, gastando em algo que a própria placa acima mostra ser de responsabilidade da Petrobras.

Esta é a mudança que assolou o Maranhão…

Marco Aurélio D'Eça

8 Comments

  1. Esse Simplício é o pior secretário da face da terra e o governador ainda não olhou isso!! Incompetente ao quadrado e outra….toda família e parentes nessa secretaria!! safado!!

  2. Daí não deixa vigilancia, invadem o terreno e a Mirante vai lá dizer que o governo não tomou conta de um bem do estado. Ahhhh por favor, vcs apelam

    Resp.: O bem é de responsabilidade da Petrobras. Ela que deveria cuidar da sua integridade. O próprio Flávio Dino já havia dito isso quando o governo era Roseana.

    • O terreno é do Estado, Marco. A Petrobras devolveu o terreno p governo. É querer caçar pêlo em ovo

  3. Simplício já está mais rico que seu antecessor Maurício Macedo em seus 6 anos de secretariado. Quem tem dúvida, é só ir a Vila Maranhão e perguntar a qualquer morador antigo se tem o titulo da terra dado pelo Iterma, ou se tem pelo ou menos algum processo no Orgão, agora quando se trata dos patrões a coisa é outra, e propina dita o andamento do processo, ou seja, toda empresa media ou grande instalada na área, ou até mesmo, os costas quentes chegados com o secretariado tem seu titulo, tem registro, tem até avaliação da Blitz urbana, que juro que não sei pra que serve, pois a área pertence a união, que outorgou ao interna fazer a colonização agraria. A SPU inclusive ta tendo muito trabalho com essas aberrações, e essas loucuras acarreta também a justiça estadual e federal, podendo estar dando fluência para demandas de fato e direito. Esse escandalo já era pra ter estourado, e os funcionarios do Iterma sambem disso, eles dizem que quem manda é Simplício.

  4. Isso é que é uma aula de jornalismo filha da puta. vc sabe que é necessário colocar vigias numa porra herdada por uma Governadora corrupta igual a vc e depois reclama aqui.

  5. Não entendi o porquê da vigilância no terreno… É para evitar que seja ocupado por invasores e façam da área mais uma favela de difícil remoção?

    Se não for esse o caso, que, a rigor deve ser de responsabilidade da Petrobras, por que diabos o governo do Estado tem que gastar com vigilância na área da finada refinaria?

    Afinal, de que é que essa vigilância toma conta na área? Está vigiando um terreno vazio? Ora, se não mais vão construir a refinaria, e de lá tudo foi removido, como é que se justifica gastar essa grana toda para vigiar uma área vazia de tudo?

    Não dá mesmo pra entender essa vigilância descabida….

    JOÃOZINHO TRVESSURA

  6. E tu queria pra deixar abandonado, é? Aí haveria invasão e tu falaria mais absurdos. Se liga ‘jornalista’!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *