4

Eliziane X Edivaldo… com Castelo ainda no meio

Castelo ainda se mantém entre Eliziane e Edivaldo, uma espécie de fiel da balança nas eleições

Castelo ainda se mantém entre Eliziane e Edivaldo, uma espécie de fiel da balança nas eleições

Os principais candidatos a prefeito de São Luís – Eliziane Gama (Rede) e Edivaldo Júnior (PDT) – estão separados por um velho conhecido das eleições; o ex-prefeito João Castelo (PSDB).

É o tucano quem divide o voto com Edivaldo na segunda posição, embora o prefeito demonstre preocupação com o deputado Bira do Pindaré (PSB), que não chega a alcançar metade dos seus votos.

Castelo tem um senão para se viabilizar candidato: a rejeição aberta e pública do próprio partido, o PSDB, que já vetara sua candidatura ao senado em 2014.

Mas os levantamentos realizados até aqui – públicos ou de consumo interno dos partidos – mostram que ele tem cacife para embaralhar o jogo da sucessão na capital maranhense, e até tirar o prefeito de um eventual segundo turno.

O desinteresse momentâneo de Edivaldo na candidatura de Castelo tem uma explicação que passa pelo Palácio dos Leões: o prefeito entende que o governador Flávio Dino (PCdoB) terá condições de convencer o vice-governador, Carlos Brandão, a não dar legenda para o deputado federal.

Na semana passada, Castelo fez uma espécie de provocação ao próprio partido. “Serei o candidato do PSDB a prefeito”, disse ele, durante evento na capital maranhense. Para ter essa garantia, ele articula com a direção nacional tucana, que tem interesse em se fortalecer nas capitais para as eleições de 2018.

E os números da corrida em São Luís que circulam nos bastidores da pré-campanha é uma espécie de senha para que ele resista à pressão da cúpula do partido.

Vai conseguir?

Da coluna Estado Maior, com ilustração do blog

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Se Castelo conquistar pelo menos 5% dos votos na eleição pra Prefeito, mudo meu título de São Luís, pois já será um feito inacreditável para mim.

  2. Castelo, depois do desastre “Gardênia”, candidatou-se e perdeu três vezes a disputa pela prefeitura. Em 2008, recebeu uma nova chance e teve o desplante de comprar trem antes de implantar os trilhos.
    Uma candidatura Castelo, não precisa da intervenção de ninguém, cai que nem a candidatura Tadeu, em 2012.
    Nem precisa noticiar o passado distante, bastam as manchetes de dezembro de 2012.

  3. Rapaz, é muita molecagem mesmo, me digam de onde tiram tanta criatividade para milaborar uma fantasia dessas? Castelo está acabado politicamente, ele é um dos políticos mais rejeitados de São Luís, nem seus velhos e fies eleitores não votam mais nele!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *