2

Após pressão, DNIT começa a tapar buracos na BR-135…

Órgão estima conclusão da obra em 60 dias, mas alerta que as questões climáticas pode atrasar o cronograma; release nada fala, no entanto, sobre continuidade da duplicação, paralisada em 2015

 

Equipes do DNIT: trabalho só após tragédia

Equipes do DNIT: trabalho só após tragédia

Após forte pressão da bancada federal maranhense, o DNIT iniciou esta semana a recuperação do km 15 da rodovia, no sentido interior/capital.

Foi neste trecho que bandidos atiraram e mataram a professora Ana Duarte, na madrugada de sábado, após ela ter que reduzir a velocidade para enfrentar a buraqueira.

O órgão do Governo Federal também vai fazer limpeza limpeza dos dispositivos de drenagem para melhorar o escoamento das águas.

A estimativa do DNIT é que, até o dia 15 de abril oito frentes de trabalho estejam atuando desde o aeroporto, na entrada de São Luís, até o município de Santa Rita.

O release do departamento, divulgado nesta quinta-feira, 31, no entanto, nada diz sobre a continuidade da obra de duplicação da rodovia, paralisada desde o início do ano passado.

Com informações e imagens da Ascom/DNIT

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Eu não acredito que estão colocando barro para tapar essa buraqueira, é difícil de acreditar…
    Esse serviço tem que ser feito é com pedra brita, com materiais resistentes que sustente o pesado tráfego daquela via.
    Colocar barro naquelas crateras é colocar o dinheiro do contribuinte na sarjeta.

    Vergonha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *