4

Vídeo do dia: Weverton Rocha faz apelo por BR-135…

O deputado federal Weverton Rocha (PDT), em pronunciamento no Plenário da Câmara, fez um apelo à presidente Dilma Rousseff, e ao ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, solicitando a recuperação, em caráter de urgência, da BR-135, no trecho entre São Luís e Bacabeira. Preocupado com as péssimas condições da BR-135, o deputado ressaltou que a rodovia é a única ligação rodoviária de São Luís com as demais cidades do estado e do Brasil

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Engraçado!, é somente quando acontece uma desgraça que os deputados maranhenses, especialmente os federais, a quem está afeito tomar providências junto ao Ministério dos Transportes para recuperação das rodoviais federais, vêm a público se manifestar, dizer que “protocolou indicação junto a ministério X ou Y”, etc. etc.

    Em síntese: sempre depois que uma desgraça acontece. No caso presente, a morte brutal da jovem bailarina, porque foi obrigada a reduzir a velocidade do carro pra driblar um buraco, dando chance ao assaltante de se aproximar e tirar-lhe a vida.

    Tenho me manifestado continuamente aqui neste espaço e em outros, dando meu apoio às postagens, até mesmo porque o blogueiro Marco D’Eça tem sido uma voz sempre a se levantar contra o descaso com que vem sendo tratado o problema crônico dessa BR-135, BR-222 e outras que cortam o Estado do Maranhão.

    Mas, basta passar o clamor popular contra os acidentes fatais ou assaltos fatais, para que tudo volte como dantes no quartel-de-abrantes. Ou seja, não há uma pressão contínua, persistente, junto ao governo federal, junto ao Ministério dos Transportes para que se desenterre essa caveira-de-burro que parece não arredar lugar da BR-135.

    Minha gente, para ser bem sincero, o que mais falta para solução urgente deste caso é pura e simplesmente VON-TA-DE PO-LÍ-TI-CA! Nada mais! Basta você deixar as fronteiras do Maranhão e adentrar o Estado do Piauí para sentir a diferença das rodovias.

    Rodando pelas rodoviais do Ceará, quer federais ou estaduais, então, a diferença é ainda mais gritante: asfalto britado, de boa qualidade, especialmente nas rodovias que levam ao circuito das praias.

    Já nem me lembro mais de quando foi que começaram os serviços de duplicação da BR-135 (5 anos ou mais?), tamanho é o tempo decorrido. Já citei várias vezes que, hoje, há tecnologias modernas para construção de rodovias em tempo recorde. O maior exemplo disso foi a reconstrução de uma rodovia, em uma semana, no Japão, logo após o acidente nuclear seguido de tsunami., em Fukushima.

    Se ainda não dispomos dessa tecnologia, assim como os chineses dispõem de outra na construção civil, que levanta um prédio de 33 andares em 17 dias (tem gente no Brasil que até hoje não acredita nisso), então temos que importar engenheiros para, pelo menos, reduzir pela metade o tempo de construção.

    Se estados como o Piauí e o Ceará têm boas estradas, por que nós, maranhenses, não temos? Para mim, é mesmo falta de esforço dos políticos, de VONTADE POLÍTICA. Simples assim, não é Marco?

    JEAN PAUL DES SAINTS

  2. Nem um pouco oportunista, o deputado, depois que o caos se instala e a tragédia anunciado se torna clamor popular é que o parlamentar aparece dando uma de bom samaritano e se fingindo preocupados com essa pouca vergonha, que é o descaso do governo com os problemas que afligem a vida de todos nós.

  3. Diga ao Bira do Pindaré, para ele, como candidato a prefeito, faça uma visita ao Socorrão l l e constate o que o sucateamento da UPAS, feita pelo Governador Dino, está causando ao povo pobre que recorre a saúde municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *