2

De como Flávio Dino pôs Waldir Maranhão duas vezes em maus lençóis…

Na sua inconsequente tentativa de salvar o mandato de Dilma Rousseff – comprando briga até com o futuro establishment – governador maranhense levou o deputado a perder o comando do partido e agora o expõe nacionalmente, inclusive ao risco da perda do mandato

 

Flávio Dino com Dilma, Waldir e Jerry: decisão ridicularizada no país

Flávio Dino com Dilma, Waldir e Jerry: decisão ridicularizada no país

Nas duas vezes em que  usou o deputado Waldir Maranhão (PP) contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), o governador maranhense Flávio Dino (PCdoB) expôs o parlamentar ao ridículo e ao vexame.

Na primeira vez, quando Maranhão tinha posicionamento fechado a favor do afastamento de Dilma, Dino o convenceu em cima da hora – e sabe-se lá a que preço – ao vexame da mudança de voto.

Resultado: Waldir Maranhão perdeu o comando do PP maranhense e a condição de articulador nas eleições municipais.

Agora, Flávio Dino expõe novamente Waldir Maranhão ao vexame nacional.

Foi Flávio Dino o orientador da decisão de Maranhão, de anular as últimas sessões do impeachment, o que causou forte repercussão nesta segunda-feira, 9.

E mais uma vez é o deputado maranhense quem deve pagar o pato.

A cúpula nacional do PP já ameaça expulsá-lo do partido, as lideranças da Câmara Federal não o querem mais no comando da Casa e até o mandato parlamentar de Waldir já está ameaçado.

O preço da decisão de Waldir Maranhão para agradar Flávio Dino terá, portanto, um altíssimo custo político e pessoal.

E quem vai pagar a conta?!?

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Vi em outro site que tudo isso se dá porque o Nicolau Dino, irmão de Flávio Papada de Porco Dino, é auxiliar de Janot na Lava jato e tem contribuído para retardar as investigações acerca de Waldir. Mas agora Waldir se ferrou, pois corre alto risco de perder o mandato e ir para as mãos de Moro. Uiiiii! Também Flávio Dino prometeu a vaga do senado para Maranhão. Tantas promessas. Esse Dino me dá nojo. E ainda arrota que é ex-juiz federal para defender tanta estripoli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *