9

Prefeitura quer incluir empresa desclassificada por ela mesma na licitação do transporte..

Em reunião relatada por empresários, SMTT anunciou uma espécie de “confisco” de 50 vagas das linhas de ônibus, para abrigar a subsidiária da empresa Menino Jesus de Praga, que fez parte do “Consórcio Nova Ilha”

 

Até os ônibus já estão prontos na licitação promovida por Holandinha

Até os ônibus já estão prontos na licitação promovida por Holandinha

 

exclusivoA Secretaria de Trânsito e Transportes de São Luís chamou esta semana um grupo de empresários vencedores do “Lote 3” da licitação do transporte para um comunicado que estranhou a todos.

De acordo com relatos de um dos participantes da reunião, foi exigido, ipsis literis, “50 vagas das 241 garantidas no Lote 3” da Licitação do sistema de transportes em São Luís.

– Eles querem destinar as vagas à empresa Gemalog, que já havia sido desclassificada no certame – explicou o empresário, para justificar a estranheza do ato.

A determinação da SMTT pegou todos de surpresa, principalmente pelo fato de que a Gemalog é uma espécie de subsidiária da empresa Menino Jesus de Praga, que fez parte do “Consórcio Nova Ilha” juntamente com a Edeconvias e com a Cisne Branco.

Para quem não se lembra, o “Consórcio Nova Ilha” foi desqualificado em todas as etapas da licitação; e, mesmo recorrendo à Justiça, continuou fora do processo por apresentar diversas irregularidades na proposta.

– O Lote 3 tem 241 vagas de ônibus. A secretaria exigiu 50 vagas para a empresa desclassificada. Mas não deu qualquer explicação dos motivos que levaram a chamar uma empresa desqualificada em sua própria licitação – reclamou um dos empresários ouvidos pelo blog.

Foi vencedor do “Lote 3” o “Consorcio Upaon-Açu”, formado pelas empresas Viper, Autoviaria Matos, Viação Abreu, Patrol, Rio Negro e Aroeiras, que agora são obrigadas a abrir vagas para a Gemalog/Menino Jesus de Praga

A reviravolta é mais um tumulto de uma licitação que parece estar direcionada exatamente para favorecer o prefeito em ano eleitoral.

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

9 Comments

  1. Na minha opinião a empresa Gemalog que e a mesma Menino Jesus de Praga deveria permanecer operando as linhas que fazem parte do Consorcio Upaon- Açu. Pelo que eu sei
    O prefeito Edvaldo Holanda não deveria fazer isso desempregar muita gentes nesta empresa. Quero que a Gemalog volte a operar juntos com outras empresas do mesmo consorcio.

  2. Marcos, estranho é que as mesmas empresas ganharam a licitação. As de fora, foram eliminadas. Houve pressão sim das empresas locais, ficaram com medo de uma Cinse Branco que possui em São Paulo 3.000 ônibus e se a Prefeitura exigisse que esta coloque 500 onibus imediatamente, seria feito. As empresas locais com veículos velhos não estão aceitando isto. Nunca votei no Holandinha, agora não voto de jeito nehum. Prefeito fraco!!!

  3. Se duvidar isso ta previsto no edital, se existir irregularidades o MP investiga. Simples assim.

  4. Agora é um montao de empresario e politico querendo tirar o direito do povo em ter um transporte melhor. A todo momento uma historinha nova. Mas o povo nao aceitará!

  5. Marco vc não estranha esse jogo meio fake que a prefeitura faz com as empresas de ônibus?
    Eu lembro quando você noticiou que o Holandão recebeu o aporte financeiro que faltava junto as empresas de ônibus na época da eleição pra poder eleger o filho. Como agora ele vai bater de frente com financiadores de campanha?
    Não cheira a armação pra manter o mesmo grupo?

    Resp.: É muito estranho sim, querida. Muito estranho…

  6. Esses empresários querem interroper a licitação novamente?! Todo dia eles procuram pretextos, que raiva que isso dá!

  7. Estranho isso. já que estava tudo certo sobre as empresas escolhidas. alguem está querendo se favorecer nisso tudo.

    Resp.: Será quem? Nem imagina?

  8. Aquele ditado do sapato apertado cabe perfeitamente nessa situação, pois, quem passou a vida inteira fazendo críticas veladas a tudo e a todos, agora bate cabeça e toma medidas piores do que aquelas que tanto criticavam.
    É como dizem: o chocalho foi comprado e o gato está do palheiro, só quero saber que vai colocar o chocalho no gato?
    Aguardo ansiosamente outubro chegar para me redimir do erro grave que cometi em 2012.

  9. Tenho certeza que não fizeram nada que não estava no edital, pois se fizessem a justiçar teria agido. Esses empresários estão procurando todas as formas de tumutuar o processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *