9

Eliziane mostra independência em relação a Flávio Dino e acena com ampliação de aliança por São Luís…

Ao abrir diálogo com o PMDB, candidata do PPS à prefeitura mostra que o interesse pela recuperação da capital está acima das amarras dos interesses de grupos ou lideranças políticas

 

A postura antipolítica é que torna Eliziane uma política de ponta

A postura antipolítica é que torna Eliziane uma política de ponta

A candidata do PPS à Prefeitura de São Luís, Eliziane Gama, acenou com duas questões políticas fundamentais ao abrir diálogo com o PMDB, nesta reta final do prazo das convenções que vão definir o pleito na capital: 

1 – Ela ratificou sua independência em relação ao governador Flávio Dino (PCdoB), e, sobretudo, “consórcio de candidatos do Palácio dos Leões”, inventado pelo secretário Márcio Jerry;

2 – Mostrou também, ao elevar o diálogo com os peemedebistas para além da eleição, como membro da base do governo Michel Temer (PMDB), que o seu projeto de poder põe São Luís acima dos interesses eleitorais de grupos.

Neste caminho, Eliziane Gama acena, inclusive, para o surgimento de um novo campo político já no pleito de 2018.

E é em 2018 que o eterno debate engessado “Flávio Dino X Grupo Sarney” deve ser superado por lideranças mais abertas ao diálogo – palavra tão cara aos últimos processos eleitorais, mas que se torna mero jogo de cena na prática do poder.

E este movimento já surgiu, embora obscurecido exatamente pela dicotomia Sarneysistas X antisarneysistas.

Movimento este que se pode ver não só na própria Eliziane, mas também em nomes como o da prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PTN), e de deputados como André Fufuca (PP), para ficar em dois exemplos.

Ou mesmo em lideranças emergentes, como o próprio vereador Fábio Câmara (PMDB), que tem mostrado dignidade e coragem em nome de um ideal; de Wellington do Curso (PP), destaque da pré-campanha na msma capital em que Eliziane é protagonista.

Leia também:

A surpreendente força de Eliziane Gama…

De como Eliziane contraria aqueles que pregam o seu ocaso…

E a vencedora é… Eliziane Gama

ela2O movimento de Eliziane é a ação que se esperou também em quatro anos de gestão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), cuja tutela engessada por Dino, o transformou em um mero boneco de ventríloquo do governador.

No Maranhão não há mais espaços para grupos hegemônicos, que controlam espaços de poder com mãos de ferro e definem o surgimento de lideranças centralizando os caminhos políticos a serem percorridos.

Este tempo já foi superado, embora as lideranças que surgiram após tenham se mantido dentro das mesmas características.

E o perfil de Eliziane é, hoje, o mais adequado, dentre os candidatos a prefeito, a fazer este movimento de rompimento com as tradições do “nós contra eles”, exatamente pelo fato de ela não dispor das características da política tradicional.

O gesto de Eliziane – e o seu diálogo com o PMDB – pode ter sido o mais importante gesto político deste pleito municipal, independentemente de seus desdobramentos.

Talvez até por isso tenha gerado tanta repercussão na pré-campanha…

Marco Aurélio D'Eça

9 Comments

  1. tua candidata ja era foglio, vai ficar em terceiro lugar d novo e tu como sempre errando, te seguraaaaaa

  2. AO SE APOIAR EM CERCA VELHA , ELA ESTÁ DANDO UM TIRO NO PRÓPRIO PÉ!!!

  3. Irmãzinha mostrou foi desespero…. Tá atirando pra todo lado!!! Depois de Castelo Sarney seria a ” cereja do bolo” para sua derrota.

  4. A verdade é que os Sarneys estão procurando um nome pra ser referência, pois em seus quadros não tem ninguém! Ai acharam a irmãzinha obsessiva pelo poder, ai querem cooptar ela.

  5. Marco déça deve ta de brincadeira! Eliziane tem o perfil do rompimento? Oh D’eça, pára com isso. Todo mundo sabe que é muito pelo contrario. Eliziane só quer poder, e tá fazendo tudo pra alcançar.

  6. Com essas alianças que ela est[a conquistando , vai ficar bem ruim pra ela, eu acho, até porque, ela tá do lado dos sujos como Sarney e Lobão. duas familias sacanas.

  7. Eliziane vai acabar com sua carreira política com essas alianças, já foi Castelo, agora vem os Sarneys e Lobões.

  8. Por Quem Os Sinos Dobram, música do saudoso maluco beleza, Raul Seixas, diz muito sobre esse momento, que exige dos candidatos coragem e habilidade para arregimentar forças para conquistar as eleições.
    Para reflexão:
    “Nunca se vence uma guerra lutando sozinho,

    Coragem, coragem, se o que você quer é aquilo que pensa e faz,
    Coragem, coragem, eu sei que você pode mais”.

  9. Ela tem que aprender que esse bipolarismo politico dela, não levará a canto nenhum. Mas esse apoio Sarney / Castelo, tá muito complicado dela ganhar qualquer eleição aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *