5

O juiz da ficha limpa contra o “governador da magistratura”…

Ao denunciar crimes eleitorais praticados por Edivaldo Junior, coordenador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral terá que convencer um judiciário que põe o padrinho comunista do prefeito, de própria lavra, entre os homens “de qualidade intelectual”

 

Ex-juiz contra ex-juiz: Flávio Dino e Marlon Reis travarão batalha de bastidores na Justiça Eleitoral

Ex-juiz contra ex-juiz: Flávio Dino e Marlon Reis travarão batalha de bastidores na Justiça Eleitoral

O ex-juiz Marlon Reis é um dos mais respeitáveis homens públicos brasileiros em todo mundo.

Além de ser um dos idealizadores da Lei da Ficha Limpa – dispositivo que visa expurgar fora da política aqueles que tentam burlar o processo – ele coordenou o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral e é autor do livro “Nobre Deputado”, que exemplifica os tipos que mancham a atividade política no Brasil.

Mas Marlon Reis não terá vida fácil ao provar as práticas de crime eleitoral do prefeito Edivaldo Júnior (PDT, denunciado com um conjunto robusto de provas de corrupção eleitoral.

E a dificuldade se dá não por ser o prefeito quem é, mas tão somente pelo seu padrinho, o governador Flávio Dino (PCdoB), visto de forma submissa por setores do Judiciário maranhense.

Nas palavras do próprio Judiciário, Flavio Dino é “O governador da magistratura”, como estabeleceu o desembargador Froz Sobrinho – então presidente do mesmo TRE que vai julgar agora o caso Holandinha – por  ocasião da posse do comunista, também definido pelo juiz juiz Clésio Muniz como “homem de qualidade intelectual”.

E é este mesmo Judiciário que Marlon Reis vai precisar convencer  para “descontaminar o processo eleitoral da presença de Holandinha”, visto por ele como autor de crimes que “desequilibraram o processo eleitoral em São Luís”.

Leia também:

É pelo medo que Dino se impõe..

Coisas a explicar no Judiciário maranhense…

O dono do prefeito…

Todo o elenco de provas apresentadas pelo ex-juiz da Ficha Limpa – são mais de 100, no total – está previsto na própria Lei da Ficha Limpa.

Tecnicamente, portanto, Edivaldo Júnior é carta fora do baralho nas eleições em São Luís.

Mas fala-se aqui apenas tecnicamente, por que o processo é também político, na medida em que será julgado por um Judiciário que tende a ver o próprio governador – padrinho do acusado – como membro da magistratura.

O fato é que Marlon Reis sabe dos riscos que corre ao se expor com uma ação que pode manchar sua biografia de jurista com respeitabilidade internacional.

E não se arriscaria tanto se não tivesse convicção dos crimes do prefeito, que, para eles, serão reconhecidos em qualquer circunstância na Justiça Eleitoral.

Aqui ou alhures…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Ele ta se complicando com essa história. não deveria nem ter se metido nisso. no final ele quem vai sair sujo! Até porque é super estranho essas acusações todas serem contra o Prefeito, sendo que o proprio partido no qual ele esta ligado, é cheio de sujeira tambem e ele faz de conta que não vê.

  2. Com a eleição da BESTA FERA Flaude DinoSSAURO, foi instalada ama “República Fascista” no Estado do Maranhão.

  3. Fica óbvio que isso é perseguição do partido da Irmazinha e do Caostelo (REI DAS IMPROBIDADES ADMINISTRATIVAS) com a atual gestão. Já viram que só cai e querem levar alguém com eles também.

    Resp.: Só a título de esclarecimento: O ex-prefeito João Castelo não é ficha suja e não tem qualquer condenação por improbidade transitada em julgado.

  4. O que se faz curioso nessa historia é este Marlon ser o autor da “lei ficha limpa” ..ser “o cara” da moral e bons costumes do judiciario maranhense… o advogado vigilante… agora aparece ao lado de Eliziane Gama e Castelo, a essa altura do campeonato, com toda essa historia, que diga-se de passagem já é antiga. Vai vendo..vai vendo..

    Resp.,: Mas qual o problema de ele estar com Eliziane Gama e Castelo? Nenhum dos dois tem qualquer tipo de condenação ou ação vinculada à Ficha Limpa.

  5. Isso não vai acabar dando em nada! Até porque o Dino apoia Edivaldo e nada disso será comprovado. quempode sair prejudicado nessa história toda é esse Juiz.

    Resp.: O que você tá dizendo é que, por que Dino apoia Edivaldo, as provas serão ignoradas, é isso? Foi isso mesmo que entendi? Quer dizer que basta ser amigo do chefão para ser bandido e passar incólume na Justiça? Huuuumm, sei!

Deixe uma resposta para EMERSON Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *