4

Hildo Rocha culpa governo pela morte de queimados no massacre de Pirapemas…

Queimados de Pirapemas; quatro já perderam a vida diante do desprezo de Flávio Dino

Queimados de Pirapemas; quatro já perderam a vida diante do desprezo de Flávio Dino

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB), em pronunciamento na Câmara Federal, criticou a falta de assistência, por parte do governo estadual, às vitimas do massacre ocorrido no povoado Tiquaras, na zona rural de Pirapemas.

“Hoje morreu a quarta vitima por falta de responsabilidade, por falta de sensibilidade do governador comunista do Maranhão. Flavio Dino deixou uma família morrer por falta de assistência de saúde”, destacou o parlamentar.

Assalto frustrado

O caso aconteceu na noite de terça-feira, 19, quando assaltantes decidiram incendiar a casa de uma família que acabara de ser assaltada. Seis pessoas que estavam na casa sofreram fortes queimaduras porque os ladrões tocarem fogo na casa e ainda jogaram gasolina nas vitimas porque estas não deram o dinheiro que os exigiam.

Hildo Rocha cobra responsabildades do governo Flávio Dino

Hildo Rocha cobra responsabildades do governo Flávio Dino

Vitimas não tiveram apoio do governo estadual

Rocha criticou o governo pela falta de apoio às vitimas.

“O governo não deu assistência. Jogaram as vitimas no Socorrão II. Sendo que naquela casa de saúde não tem nenhuma estrutura para tratar de queimados no estagio que eles se encontravam. O secretário de saúde do Maranhão sabe disso. O governador Flavio Dino se não sabe deveria saber. Essas pessoas deveriam ter sido encaminhadas para o hospital de Goiânia, que é especializado, é referência no atendimento de pessoas vitimas de queimaduras de alto grau”, declarou Rocha.

As mortes

A primeira vítima do assalto em Pirapemas foi Raimundo da Conceição Frazão, que morreu quinta-feira 21/07.  A segunda morte a ser confirmada foi a de Francineth da Silva Frazão, na terça-feira 26/07.

Na segunda-feira, 1º de agosto, morreu Rosilene da Silva Santos.

A quarta vítima a perder a vida foi Rivelino Marques de Araújo, quarta-feira, 03/08.

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. E mesmo assim Flavão poderá ser reeleito pois o povo tem o gestor que merece.

  2. Tenho que concordar com o deputado. O Governo, como sempre, só se manifestou após a morte da quarta vitima. Governador desumano.

  3. Esse cara é um palhaço. Não sabe nem o que diz. Encaminhar as vítimas, no estado em que se encontravam, de avião, para Goiânia, aí sim seria descaso do Governo. Alguém avisa ao “Dr” Hildo Rocha que existem procedimentos médicos que são levados em conta antes da transferência de pacientes em UTIs aéreas.

  4. A barbárie, o requinte de crueldade e o desprezo pela vida alheia são as marcas desse crime horrendo, que as autoridades tratam como se fosse apenas mais um entre os milhares praticados pelos facínoras, que sem limites, aterrorizam a vida de todos nós.
    Muito se fala em TERRORISMO, e os autores desse crime monstruoso continuam sendo tratados como criminosos comuns…
    Lamentável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *