2

Prefeitura só age por determinação da Justiça em São Luís, diz Braide…

Candidato do PMN afirmou na Sabatina O Estado que a omissão do prefeito Edivaldo Júnior leva o Ministério Público a exigir da Justiça os Termos de Ajustamento de Conduta que obrigue a gestão a andar

 

Eduardo Braide fala aos jornalistas de O EstadoMaranhão

Eduardo Braide fala aos jornalistas de O EstadoMaranhão

O candidato do PMN a Prefeito de São Luís, Eduardo Braide, afirmou nesta quinta-feira,17, na Sabatina O Estado, que a omissão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) tem levado a Justiça a governar em São Luís.

– Os Termos de Ajustamento de Conduta são frutos da omissão do prefeito. Como ele não faz o que precisa ser feito, o Ministério Público e a Justiça forçam ele a fazer. E mesmo assim ainda não faz – afirmou Braide.

O candidato do PMN se refere aos inúmeros Termos de Ajustamento de Conduta, os chamados TACs, a que Holandinha é submetido por falta de ações próprias na prefeitura.

Há um TAC para que Holandinha reforme todas as escolas municipais.

Há outro TAC para que ele resolva o problema da Superlotação do Socorrão.

Um terceiro TAC obriga o prefeito a reformar todas as feiras da capital.

E até a questionável Licitação no setor de Transportes Edivaldo Júnior só fez por que foi obrigado pelo Ministério Público.

– Uma cidade não pode ser submetida a uma gestão omissa, que só age por imposição da Justiça. Por isso proponho minha candidatura, por que sei que pode haver uma São Luís melhor – pregou Eduardo Braide.

O candidato do PMN encerrou a série de sabatinas promovidas pelo jornal O Estado.

O projeto deve retornar no segundo turno, se houver…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Até parece que é assim mesmo, São Luís ¨vem se desenvolvendo em vários setores a base de TAC¨, que coisa mais sem sentido, esse Braide pegou um ou outro caso isolado e generalizou.

    Resp.: Só aí foram citados quatro casos. Não existem quatro casos isolados. Procure treinar melhor, querida. Peça pra Evilson ensinar melhor os tema pra comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *