2

Uma semana para Edivaldo esquecer…

Candidato à reeleição, prefeito – que controla a máquina administrativa de São Luís e montou a maior estrutura de campanha – conseguiu, mesmo assim, começar o processo eleitoral batendo cabeça, com fatos negativos durante todos os primeiros dias de caça ao voto

 

Edivaldo esteve nas cordas a semana inteira

Edivaldo esteve nas cordas a semana inteira

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) conseguiu, até pela própria força do cargo, montar a maior coligação partidária, deter o maior tempo na propaganda eleitoral e construir a maior estrutura para a campanha em São Luís.

Apesar disso, Holandinha amargou uma semana inteira de notícias negativas e ficou “nas cordas” os primeiros cinco dias de campanha.

Já no primeiro dia, Edivaldo foi criticado por ter atropelado a agenda da adversária Eliziane Gama (PPS), que havia marcado bem antes uma caminhada pela Rua Grande. (Relembre aqui)

O atropelo gerou fortes críticas nas redes sociais.

Foi também nas redes sociais o maior mico do prefeito-candidato, com a versão tosca, bregas e mal produzida da musica Let It Go, do filme Frozen, que ele decidiu usar como jingle de campanha. (Conheça aqui)

A crítica foi tão pesada que coordenadores de campanha chegaram a retirar a música de circulação apenas um dia depois de ela começar a rodar.

A semana para Edivaldo Júnior esquecer continuou com a denúncia sobre o esquema que desviou recursos de um contrato de R$ 33 milhões da prefeitura com o ISEC.

O caso já está, inclusive, denunciado pela Justiça Eleitoral, e pode levar até á inelegibilidade e até à cassação de Holandinha. (Saiba mais aqui)

E por último a declaração de bens do prefeito Edivaldo Júnior, entregue à Justiça Eleitoal,m outro mico de forte repercussão negativa na Internet.

Ninguém entendeu que um cidadão sem maiores gastos pessoais, caseiro, filho de família rica, com salários sempre acima de R$ 25 mil, não tenha conseguido, sequer, fazer poupança ao longo da vida. (Leia a crítica aqui)

Mais do que mostrar austeridade, com a tática, Holandinha foi vista como uma demonstração de incompetência para o gerenciamento das próprias finanças pessoais.

E foi assim que o prefeito enfrentou a primeira semana de campanha.

Uma semana para esquecer…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Mentiras e mentiras repetidas à exaustão … quem sabe funciona e se transformam em verdade.
    O amigo fala de máquina que leva à maior coligação. Esquece que seu candidato em 2012, o João Caostelo, foi quem mais rebentou a máquina e ainda assim quase foi só, tendo como vice um membro do próprio partido, o Neto Evangelista. Sozinho porque destrutivo que foi. Simples assim …

  2. Foi uma grande semana, Edivaldo é bem recebido por onde passa, Wellington e Eliziane precisam se esforçar mais para ter a atenção da população, os dois não têm carisma. A irmã já está até mudando sua equipe de Marketing, pois não vê sua candidatura decolar, já o Wellington do Curso quem viu ele na Sabatina, pôde ver o quanto ele fraco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *