2

Rosângela Curado torna-se favorita em Imperatriz….

Problemas de Ildon Marques com a Justiça Eleitoral, inviabilidade do candidato do prefeito Sebastião Madeira e a incapacidade do delegado Assis Ramos de ampliar alianças criam as condições para a pedetista vencer as eleições

 

 

Rosângela e seus aliados em Imperatriz: força para vencer obstáculos

Rosângela e seus aliados em Imperatriz: força para vencer obstáculos

Já tentaram de tudo para impedir a candidatura da pedetista Rosângela Curado em Imperatriz.

O próprio governo tentou inviabilizá-la, em 2015, tentando gerar um fato em torno de sua exoneração da Secretaria de Saúde, com o objetivo de fortalecer um nome do PCdoB.

Não deu certo.

Agora, ás vésperas das convenções, um vídeo de Rosângela, bêbada, em uma blitz, tinha o objetivo apenas de tentar tirá-la do páreo antes das convenções. Fogo amigo? Bombardeio de adversários? antecipação da própria candidata? ninguém ainda conseguiu responder.

Mas, de novo, não deu certo.

E Rosângela segue firme como a principal candidata à Prefeitura de Imperatriz, muito pelos méritos e carismas próprios; mas um tanto também pela incompetência dos adversários – de dentro e de fora do seu palanque.

Com Ildon Marques, em 2012, quando chegou a ameaçar a reeleição de Sebastião Madeira

Com Ildon Marques, em 2012, quando chegou a ameaçar a reeleição de Sebastião Madeira

Líder nas pesquisas, o ex-prefeito Ildon Marques (PSB) tem a dúvida pairando sobre sua candidatura, com sucessivas ações contra ele na Justiça Eleitoral.

O candidato do prefeito Sebastião Madeira (PSDB), Ribinha Cunha (PSC), não consegue se viabilizar e patina nas pesquisas.

Terceiro colocado na disputa, o delegado Assis Ramos (PMDB) mostrou-se pouco profissional ao também acionar Ildon Marques na Justiça Eleitoral, inviabilizando qualquer possibilidade de apoio em caso de o ex-prefeito ter que deixar a disputa.

A propósito, Rosângela Curado já foi candidata do próprio Ildon Marques em Imperatriz.

E não será surpresa se o ex-prefeito – inviabilidade judicialmente – decidir apoiá-la novamente.

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Essa França do macaquinho vive passando enrolando os outros.
    Praga dinheiro do pronaf das pessoas de santa luzia fica e não paga .
    Está devendo os pequenos produtores.
    Está devendo o material das casas que ela pegou o dinheiro via associação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *