7

Dados da Econométrica contratada por funcionário da prefeitura vazam dois dias antes…

Comentários em redes sociais e aplicativos de mensagens apontam que o instituto – contratado por um assessor do próprio Edivaldo Júnior – dará o prefeito 5 pontos percentuais à frente

 

Print da conversa sobre a Econométrica; dois dias antes?

Print da conversa sobre a Econométrica; dois dias antes?

Contratada pelo blog do jornalista John Cutrim, uma pesquisa do Instituto Econométrica está prevista para ser divulgada nesta sexta-feira, 14.

Mas, desde a quarta-feira, 12, já havia comentários sobre seus resultados.

De acordo com o vazamento 48 horas antes da publicação, Edivaldo Júnior (PDT) vai aparecer à frente de Eduardo Braide (PMN).

Contratante da pesquisa, John Cutrim é assessor da Secretaria de Comunicação do próprio Edivaldo Júnior; e  diz ter pago R$ 10 mil do próprio bolso.

– E só adiantando: Econométrica vai colocar Edivaldo 5 pontos à frente – disse um membro de um grupo de Whatsapp, ainda na noite de quarta-feira, 12. (Veja o print acima)

Abre-se um debate no grupo e um participante pergunta quando sairá a Econométrica. É um terceiro que responde:

– Sexta-feira.

O segundo membro, então, complementa:

– Vou adiantar isso no blog.

Dado do registro Econométrica: R$ 10 mil "pagos" por John Cutrim e divulgação dois antes do prazo

Dado do registro Econométrica: R$ 10 mil “pagos” por John Cutrim e divulgação dois antes do prazo

Em outro grupo, críticas ao posicionamento do TRE

Em outro grupo, críticas ao posicionamento do TRE

Na tarde do mesmo dia, Holandinha já havia pedido a proibição da divulgação dos números da Escutec por que, segundo ele, os números foram divulgados antes do prazo determinado pelo registro. (Releia aqui)

Além da pesquisa Econométrica, outro instituto vinculado a Edivaldo tem pesquisa programada para divulgação.

O vazamento das informações das pesquisas gerou, inclusive, um debate em redes sociais.

Alguns questionaram o fato de que nenhuma ação contra o prefeito prospera no Tribunal Regional Eleitoral, enquanto que as dele contra adversários são julgadas a toque de caixa.

– Tu não tá vendo que Edivaldo ganha todas no TRE? Não vacila … – disse um dos membros de grupo de WhatsApp, ao ser levantado que a pesquisa Econométrica deveria ser suspensa.

– A Justiça pra Edivaldo sempre foi rápida. Imagine no segundo turno e perdendo – ponderou outro em outro grupo.

Tanto a Econométrica quanto a DataM tiveram contratos com a Prefeitura de São Luís na gestão Edivaldo Júnior.

Essas denúncias foram feitas ainda no primeiro turno.

Mas nunca foram julgadas pela Justiça Eleitoral…

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. Haaaa que montagem de conversa tosca no Whatsapp… MD, tu é uma figura. Corta esse cabelo espantalho!!

  2. Agora eles vão mudar, que mancada deça! Deixava oculto que nem os da escutec que só depois que denunciaram dizendo que tinham divulgado antes. Mas os do Data-M eu também já tenho aqui.

  3. Esse John Cutrim é assessor na alma e prefeitura. Como ele “trabalha” nos dois órgãos ao mesmo tempo? Recebendo na moleza, até eu pagaria uma pesquisa do meu bolso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *