4

“Edivaldo entregou as principais áreas de sua gestão à equipe de João Castelo”, revela Braide…

Apesar de culpar o ex-prefeito pela paralisia de sua gestão, pedetista mantém na Saúde, na Educação e no Trânsito exatamente os mesmos auxiliares do tucano

 

Um dos pontos mais significativos da entrevista do candidato Eduardo Braide (PMN), hoje, na TV Difusora, foi a revelação definitiva da contradição do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), que culpa o ex-prefeito João Castelo pela paralisia de sua gestão mas, ao mesmo tempo, mantém ex-auxiliares do tucano em pontos estratégicos do seu governo.

– O prefeito Edivaldo entregou as principais áreas de sua gestão a secretários de Castelo: Helena Duailibe, na Saúde; Moacir Feitosa, na Educação, e Canindé Barros no Transito – mostrou Braide, ao responder pergunta sobre suposto apoio de Castelo à sua candidatura.

Além de reiterar não ter o apoio do tucano – nem de nenhuma outra liderança política tradicional – Eduardo também desmontou a historia de Edivaldo sobre a suposta herança maldita do ex-prefeito.

Reprodução de print distribuído na internet, mostrando o vínculo de Edivaldo com João Castelo

Reprodução de print distribuído na internet, mostrando o vínculo de Edivaldo com João Castelo

Mas não são apenas a Saúde, a Educação e o Trânsito que Edivaldo botou nas mãos de castelistas.

Na gestão do pedetista tem ainda o secretário Júlio França, que também foi auxiliar de João Castelo, e o ex-secretário Batista Matos, outro castelista histórico.

O próprio prefeito Edivaldo foi uma das lideranças de João Castelo na Câmara Municipal, e apoiou a gestão tucana até seis meses antes da eleição de 2012.

A revelação de Eduardo Braide, portanto, acaba por expor, ainda mais, a frágil gestão do prefeito pedetista…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Quero mudança pra São Luís! Quero Eduardo Braide como prefeito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *