5

Autoridades nada falam sobre preparatório para eventual velório de jogador da Chapecoense…

Mesmo com a possibilidade de o corpo de Ananias Eloi vir para São Luís – e com toda a repercussão mundial do acidente que matou o maranhense e mais 75 pessoas – não há notícia de nenhuma preparação do governo ou da prefeitura para recepção, velório e enterro do atleta

 

População de São Luís espera poder prestar últimas homenagens ao jogador Ananias

População de São Luís espera poder prestar últimas homenagens ao jogador Ananias

A família do atacante Ananias Eloi, 25, uma das vítimas do acidente de avião que levava o time da Chapecoense para a decisão da Copa Sul-americana, em Medelìn, na Colômbia, ainda não decidiu se traz o corpo do atleta  para São Luís ou leva para Salvador (BA).

Mas, até agora, não há notícia de qualquer preparação das autoridades públicas – Governo do Estado e Prefeitura de São Luís – para a recepção, velório e sepultamento do corpo na capital maranhense.

O acidente com o avião da Chapecoense matou 76 pessoas e causou comoção mundial; por isso há a expectativa de forte repercussão com a possível vinda do corpo de Ananias.

Velório pode atrair milhares de pessoas para a casa da família de jogador da Chapecoense

Velório pode atrair milhares de pessoas para a casa da família de jogador da Chapecoense

A família do atleta estava em dúvida até a noite desta quarta-feira, 30, por que sua esposa e filhos são de Salvador e moram na capital bahiana, embora sua mãe e irmãos vivam em São Luís. (Leia aqui)

Mas nenhum familiar ou amigo próximo confirma qualquer contato de órgãos do governo (Polícia ou Bombeiros ou setor de saúde) e da Prefeitura de São Luís (SMTT, Serviço Social) para a receptividade ao atleta maranhense.

E certamente o povo de São Luís também quer prestar sua homenagem…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Vidas interrompidas de forma brutal, famílias destruidas, sonhos interrompidos. O mais revoltante, que toda essa desgraca , pelo que se vem divulgando , aconteceu simplesmente por falta de combustível. . Absurdo , caso se confirme realmente. Tem que ser investigado.

  2. Marco,
    Creio que nem mesmo em Chapecó os defuntos jogadores brasileiros receberão homenagens tão solidárias e belas, como as feitas pelos colombianos em Medelin.
    Imposwsível foi evitar as lágrimas diante de tanta solidariedade à dor das famílias e à memória dos jogadores. Claro que não Maranhão não se fará nada nem perto do que os colombianos fizeram.

    JESUS DOS SANTOS

  3. Eita, D`éça! Te acalmo, filho. O corpo do rapaz ainda tá na Colombia… sao pelo menos 3 dias pra comprir procedimentos de autopsia… entre poutras coisas.. respeite este momento de dor da familia e os fãs do atleta e largue de querer fazer sensacionalismo em cima disso tambem pra provocar os governos Estadual e municipal.

  4. Esse Governo do CAPETA não está nem aí para isso.COMUNISTA não presta Marco! Ou tu já vou algum COMUNISTA decente?

  5. Aureliano Buendia, personagem central do fenomenal Cem Anos de Solidão do não menos fenomenal Gabriel Garcia Marques, dizia que os mortos pertencem a sua família, não ao povo. Aureliano dizia ainda que, depois de casado, o corpo pertence a viúva e aos órfãos.
    Ora, a viúva vive na Bahia com os filhos e, ela quer o enterro LÁ, assim, não há o que discutir. A menos que um JUIZ, com o PODER que tem, mande velar e enterrar o corpo no Maranhão. Hoje o juiz pode fazer isso, afinal a lei que punirá o abuso de deuses e semi deuses ainda está tramitando.

Deixe uma resposta para Santana Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *